Mogi vence o Flamengo no Rio e fica a um jogo da classificação para a final

Mogi vence o Flamengo no Rio e fica a um jogo da classificação para a final

Líder da primeira fase do NBB, o Flamengo voltou a perder na semifinal contra o Mogi e se complicou na série disputada em melhor de cinco partidas. Na noite desta sexta-feira, em casa, na Arena Carioca 1 que recebeu bom público. Com atuação apagada de Marquinhos, o rubro-negro foi superado por 88 a 74. Do outro lado, Shamell, com 21 pontos, foi o cestinha. Com o resultado, o rubro-negro joga na segunda-feira, mais uma vez em casa, para evitar que o adversário feche a série em 3 a 0.

Pressionado pela derrota no Hugão, José Neto prometeu antes da partida um time diferente daquele que marcou apenas 62 pontos em São Paulo. Mas não foi suficiente para o rubro-negro superar o rival. No primeiro quadro, o Mogi venceu por 21 a 17. No segundo, 24 a 16.

Os times foram para o vestiário, no intervalo, com o Mogi liderando por 45 a 33. A diferença chegou a ser maior, a pouco mais de quatro minutos do fim, quando os paulistas chegaram a estar na frente por 17 pontos (37 a 20). O pivô Caio Torres deixou 10 pontos, o mesmo que Shamell. Larry com 8. Enquanto isso, o principal jogador do Flamengo, Marquinhos, ficou zerado.

O terceiro quarto era a esperança de mudança do panorama, mas Marquinhos seguiu zerado e, pior, os erros de arremessos de três pontos foram constantes. Muitos precipitados, outro erros sem marcação. No período foram nove arremessos e só um acerto. O Mogi chegou a ter 20 pontos na dianteira e terminou com 64 a 47.

No último quarto, Marquinhos finalmente pontuou e o time reagiu. Em uma cesta de três pontos de Ronald Ramon, a diferença foi para nove pontos, o que levantou a torcida presente no ginásio. Sem perder a cabeça, no entanto, o Mogi continuava eficiente nos rebotes e matava bolas para impedir que os donos da casa encostassem.