Em sua conta no Twitter, o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, agradeceu a aprovação da Fifa e divulgou a carta que havia enviado à entidade em junho. A reação entre os clubes brasucas, porém, foi de extrema naturalidade e até mesmo certo deboche. Em sua ótica, nada mudou.

​​

Já os tricolores paulista e gaúcho não se pronunciaram e nem pretendem assim fazê-lo, segundo o site ​UOL Esporte. Os times entendem que a validação tem pouco efeito, pois já se consideravam campeões do mundo. 

​​