| Futebol

Na estreia de Zé Eduardo, Flamengo vira sobre a Ponte, quebra tabu e ameniza a crise

Rubro-Negro supera a Macaca por 2 a 1, com gols de Jorge e Felipe Azevedo (contra). Ponte Preta jogou muito mal e não conseguiu sufocar o time carioca

flameng - Na estreia de Zé Eduardo, Flamengo vira sobre a Ponte, quebra tabu e ameniza a crise

Zé Ricardo começou com o pé direito no Flamengo. O time comandado por ele venceu a Ponte Preta de virada, por 2 a 1, neste domingo, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP). Com o resultado positivo, o primeiro fora de casa neste Campeonato Brasileiro, o Rubro-Negro quebrou um tabu de 11 anos sem vencer a Macaca e amenizou a crise na Gávea.

Os gols da partida foram marcados por Wellington Paulista, Felipe Azevedo (contra) e Jorge. O lateral-esquerdo fez o gol mais bonito da partida.

O primeiro tempo foi tecnicamente ruim. Com dificuldades para criar jogadas, as duas equipes abusaram das jogadas aéreas. A Ponte Preta começou melhor, pressionando o Flamengo. 

Os donos da casa abriram o placar com gol polêmico de Wellington Paulista. O camisa 9 subiu mais alto do que a defesa rubro-negra e mandou para o barbante em cruzamento na área. O auxiliar percebeu impedimento de Fábio Ferreira, mas o árbitro Anderson Daronco assumiu a responsabilidade e validou o lance.

O Flamengo reagiu e foi para cima em busca do empate. Alan Patrick cobrou falta lateral para a área, e Felipe Azevedo desviou para o próprio gol, marcando contra. O auxiliar chegou a marcar impedimento, mas o árbitro Anderson Daronco novamente validou a jogada.

Confiante, o Rubro-Negro chegou à virada com um belo gol de Jorge. O lateral aproveitou corte ruim do goleiro João Carlos, em cruzamento, e acertou um lindo chute da entrada da área. Mesmo sem ser muito superior, o Flamengo levou a vantagem para o segundo tempo.

O time carioca voltou para o segundo tempo administrando o jogo, à espera de um bom contra-ataque para fechar a fatura. Já a Macaca tentava, sem sucesso, chegar ao ataque. 

Mesmo com três alterações, o time da casa não conseguiu sufocar o Flamengo. Zé Eduardo mexeu aos poucos, com inteligência, mas teve de se virar com a expulsão de Fernandinho, aos 16 minutos da segunda etapa. Cuéllar entrou na cabeça de área e deu mais força à marcação, segurando o ímpeto da Ponte.

Substituto de Paulo Victor, Alex Muralha foi importante na reta final do segundo tempo, com boas defesas. Agora, o camisa 38 ganha força na briga por uma vaga de titular com uma atuação segura.

O 2 a 1 persistiu até o apito final, frustrando a torcida de Campinas. Por outro lado, o Flamengo vibrou num momento difícil e voltou 'mais leve' para o Rio.

FICHA TÉCNICA:


PONTE PRETA 1 X 2 FLAMENGO
Data/hora: 29/5/16, às 11h
Estádio: Moisés Lucarelli, em Campinas (RJ)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Helton Nunes (SC)
Cartões amarelos: César Martins e Fernandinho (FLA) João Vitor e William Pottker (PON)
Cartão vermelho: Fernandinho (Flamengo)
Público e renda: 7.106 pagantes / R$ 196.580,00

Gols: Wellington Paulista, 11'/1°T (1-0); CONTRA - Felipe Azevedo, 20'/1°T (1-1); Jorge, 41'/1°T (1-2)

Ponte Preta:
João Carlos, Jeferson, Fábio Ferreira, Kadu e Reinaldo; João Vitor, Matheus Jesus (Galhardo, 21'/2°T) e Ravanelli (Cristian, intevalo); Felipe Azevedo, Wellington Paulista (William Pottker, intervalo) e Roger. Técnico: Eduardo Baptista

Flamengo:
Alex Muralha, Rodinei, Léo Duarte, César Martins e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão e Alan Patrick (Cuéllar, 21'/2°T); Marcelo Cirino (Ederson, 30'/2°T), Fernandinho e Felipe Vizeu (Gabriel, 12'/2°T). Técnico: Zé Eduardo.

Fonte: http://www.lance.com.br/flamengo/ponte-preta-quarta-rodada.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

3 Comentários

André MacêdoHá 6 meses

Meeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeengooooooooooooo.... Esse Flamengo é nosso!

Hermes JuniorHá 6 meses

parabéns MENGÃAAAAOOOOOOOO

adenizo aguiar chagasHá 6 meses

valeu mengao

Carregar mais