| Futebol

Na volta da torcida ao Tijuca após confusão, Flamengo encara Botafogo

Contra o Vasco, mesmo com torcida única, rubro-negros protagonizaram cenas de violência no ginásio. Poupado contra o Macaé, Marcelinho está à disposição de Neto

flameng - Na volta da torcida ao Tijuca após confusão, Flamengo encara Botafogo

As lembranças da última vez que o Flamengo jogou no ginásio do Tijuca não são nada boas. Além da derrota de virada para o Vasco, por 82 a 77, os jogadores presenciaram momentos de brutalidade nas arquibancadas entre rubro-negros, mesmo com torcida única da equipe mandante, determinação que tinha objetivo de evitar a violência no ginásio. Mas nesta terça-feira, o time de José Neto espera escrever um novo capítulo em sua casa. O Fla encara o Botafogo às 20h (horário de Brasília), pela segunda rodada do returno do Estadual. No primeiro turno, um tranquilo 79 a 57, também no Tijuca.

Para o reencontro com os torcedores, o time segue sem o armador Pedrinho Rava, que ainda se recupera de lesão, e também não terá o ala/armador Humberto, com uma fratura confirmada após sair da quadra mancando contra o Macaé, na última quinta. O armador Ricardo Fischer, que sentiu a panturrilha na mesma partida, não teve nenhuma lesão constatada em exame, mas por estar em um processo de retorno às quadras, após ficar seis meses fora, ele pode ser poupado. No treino de domingo, o ala Lelê sofreu um entorse no joelho direito, deve ficar afastado por quatro semanas e está fora do Estadual.

Assim como foi Marcelinho Machado na última quinta-feira. Para o clássico contra o Glorioso, o ala está à disposição de Neto e deve ser relacionado para o confronto. Outra dúvida é se o pivô Rafael Mineiro poderá jogar. No domingo, ele treinou pela primeira vez com bola integralmente, mas ainda há uma precaução. Para JP Batista, cestinha no duelo do primeiro turno com 25 pontos, a possível volta dos contundidos pode ajudar contra o Alvinegro.

- Nosso time está progredindo a cada dia e a cada treino. Nosso foco inicial é sempre ser agressivo defensivamente e consistente ofensivamente. A volta de Mineiro e Fischer acrescenta muito ao nosso time é com isso um volume de jogo maior. Mas acredito que nossa defesa vai ser o diferencial nesse jogo - afirmou o pivô.

Do outro lado, o Glorioso também não vai poder com dois de seus principais jogadores. O armador Arnaldinho, com uma inflamação no segundo metatarso dos dois pés, e pivô Rodrigo Bahia, com um problema no tendão, estão fora do duelo. Quem está confirmado é o americano Phillip Flowers. O camisa 7 estreou bem contra o mesmo Flamengo, no primeiro turno, e foi o cestinha na derrota para o Vasco, com 21 pontos, na última sexta-feira. O rubro-negro Batista vê o ala como principal jogador do adversário.

- Com certeza. Ele tem um volume de jogo alto e vem jogando bem. Jogando com confiança e liberdade, o Flowers é um jogador chave na equipe do Botafogo.

Outro fator positivo da equipe de General Severiano é a evolução ao longo da competição. Contra o Cruz-Maltino, em São Januário, o Botafogo ficou à frente do marcador em duas oportunidades e fez mais de 70 pontos, algo que não tinha conseguido em três partidas no Estadual. Se vencer o rival, o Glorioso pode empatar com o Macaé na classificação e brigar diretamente com a equipe macaense pela terceira posição na última rodada. 

*Estagiário, sob supervisão de Eduardo Orgler

Fonte: http://globoesporte.globo.com/basquete/noticia/2016/10/na-volta-da-torcida-ao-tijuca-apos-confusao-flamengo-encara-botafogo.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.