| Futebol

Natação tem ano brilhante

Confira medalhas e recordes da safra de talentos da modalidade; quem é Anjo da Guarda participa de todas as vitórias

Nathalia Almeida é uma das promessas rubro-negras

Nathalia Almeida é uma das promessas rubro-negras

No ano de 2014, os nadadores do Flamengo mostraram que o clube pode esperar bastante do futuro da modalidade. Com uma equipe Junior muito forte e talentos se destacando nas demais categorias, os atletas superaram expectativas e trouxeram muitas glórias ao Rubro-Negro, como Nathalia Almeida sagrando-se campeã brasileira no Troféu Maria Lenk Sênior e Luiz Altamir fazendo história nos Jogos Olímpicos da Juventude, chegando ao primeiro pódio da natação brasileira na história da competição, com a equipe do revezamento 4x100m livre misto.

Anjos, vocês fizeram da campanha Anjo da Guarda Rubro-Negro o maior case nacional de arrecadação de imposto de Pessoas Físicas em 2013, além de participarem de todas estas conquistas de medalhas e troféus para a Gávea. Sinta o gostinho de cada vitória nesta retrospectiva das conquistas da natação em 2014 e continue com a gente nessa luta. Seja - novamente ou pela primeira vez - um Anjo da Guarda Rubro-Negro. Contamos com você.

Em fevereiro, campeões franceses da natação trouxeram bons fluidos para o vitorioso ano rubro-negro. Além de Florent Manaudou, campeão olímpico dos 50m livre em Londres-2012, treinaram na sede da Gávea Fabien Gilot (campeão olímpico), Giacomo Perez-Dortona (campeão mundial), Frederick Bousquet (prata nas olimpíadas Pequim-2008), Mehdy Metella (campeão europeu), Yoris Grandjen (campeão mundial Junior) e Cloe Credeville (campeã europeia).

Um dos grandes destaque da equipe Junior do Flamengo, Luiz Altamir foi prata no Brasileiro Adulto em abril. O atleta, eleito o melhor nadador de sua categoria em 2013, conquistou o resultado no Maria Lenk com 17 anos, se posicionando entre os principais do Brasil na prova de 200m borboleta. Com a marca de 1:59:27, ele conseguiu vaga nos Jogos Olímpicos da Juventude, em Nanquim. Na competição, Altamir fez história: conquistou a prata com a equipe do revezamento 4x100m livre misto, o primeiro pódio da natação brasileira na história da competição. O time, que também contou com Matheus Santana, Nathalia de Luccas e Giovana Diamante, fez o tempo de 3m31s55, perdendo apenas para os chineses, donos da casa.

image

Outra grande promessa da natação rubro-negra, Nathalia Almeida foi campeã brasileira, também no Troféu Maria Lenk Sênior. A atleta Junior foi a melhor brasileira na prova dos 200m medley e ficou no 3º lugar geral entre nadadores Sênior, com o tempo de 2m20s61. A nadadora também fez bonito no XLII Campeonato Sul-Americano Absoluto, competição do ciclo olímpico de preparação para Rio-2016. Nathalia, a nadadora mais jovem da delegação, com 17 anos, foi ouro no revezamento 4x200m livre feminino e bronze nos 200m borboleta, além de levar mais um ouro no ranking geral, já que o Brasil foi o grande campeão do torneio.

No Estadual Absoluto, o Flamengo chegou em segundo lugar geral, competindo apenas com atletas de base, mais uma comprovação da excelente safra de jovens talentos da modalidade. E se nas competições Sênior os garotos mostraram seu talento, na categoria Junior a hegemonia foi total. Em processo de reformulação, a modalidade colheu frutos e montou uma forte equipe de base que conquistou 18 medalhas no Brasileiro Junior de Inverno, em maio. Foram oito ouros, seis pratas e cinco bronzes, que fizeram do Flamengo o melhor clube do Rio na competição. O excelente desempenho da equipe rubro-negra foi reconhecido pelo presidente Eduardo Bandeira de Mello, que recebeu os medalhistas no clube. No Troféu Julio de Lamare, em novembro, outra competição nacional Junior, a equipe de revezamento fez o melhor tempo do campeonato nos 4x100m medley, com Juliana Carvalho, Jhennifer da Conceição, Julia Miranda e Fernanda Martins. O campeonato terminou com seis campeões rubro-negros e três quebras de recorde de campeonato.

image

Os atletas mais novos também fizeram bonito na piscina este ano. Em maio, a categoria Petiz alcançou o melhor resultado dos últimos cinco anos no Festival Sudeste, enquanto a equipe Mirim foi o time com maior número de medalhas. Ao final da competição, a categoria Mirim faturou sete ouros, três pratas e oito bronzes; a Petiz ficou com dois ouros, três pratas e sete bronzes. Nos Jogos Escolares, em setembro, Francisco Lobo, destaque do Infantil, conquistou dois ouros e uma prata, além de quebrar recorde brasileiro na competição. No Brasileiro Juvenil, Breno Correia ficou com dois ouros e uma prata. Já Branca Peres teve as conquistas mais recentes da modalidade, sendo campeã nos Jogos Sul-americanos Escolares, com dois ouros e uma prata, dias antes de ir ao Campeonato Brasileiro Infantil, em que já ganhou até agora uma prata e um bronze.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/20072/natacao-tem-ano-brilhante

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.