O interesse dos italianos pelo centroavante de 20 anos é antigo. Desde 2017, o clube alvinegro acompanha de perto os passos do atleta. O Fla teria interesse em negociar justamente porque a transferência só seria concretizada no verão europeu, em junho. Dessa forma, seria possível encontrar uma reposição no mercado até lá. Além de já poder contar com a volta de Paolo Guerrero.

Por ora, o entendimento na Gávea é de que a venda do jovem só acontecerá em caso de contraproposta irrecusável. Mesmo porque, o clube tem encontrado dificuldades para trazer um nome de peso para o comando de ataque. O Flamengo hoje tem Lincoln, que subiu no fim do ano passado, e a nova promessa da base Vitor Gabriel - os dois têm 17 anos de idade.