| Futebol

Neto aprova estreia do Fla, reconhece pressão e não descarta outro gringo

Técnico elogia desempenho do time na vitória por 78 a 59 sobre o Macaé, afirma que redução no orçamento foi uma necessidade e faz uma projeção para a temporada

flameng - Neto aprova estreia do Fla, reconhece pressão e não descarta outro gringo

Time a ser batido no país, o Flamengo começou com a mão direita sua caminhada rumo ao 12º título consecutivo do Campeonato Estadual. Ainda sem poder contar com os armadores Ricardo Fischer e Pedrinho e o ala-pivô Rafael Mineiro, todos se recuperando de lesão, o técnico José Neto recorreu à garotada nesta quinta-feira e aprovou o desempenho do conjunto rubro-negro na vitória por 78 a 59 sobre o Macaé, nesta quinta-feira, no ginásio Hélio Maurício, na Gávea.

Mais do que o resultado positivo na estreia e o desempenho individual dos jogadores rubro-negros, o técnico José Neto destacou a evolução do trabalho em relação aos amistosos realizados em Arequipa, no Peru, e se mostrou satisfeito, por ora, com a atuação da equipe. 

- A equipe está conseguindo evoluir, até porque estamos num processo de treinamento gradual, ainda estamos treinando e jogando ao mesmo tempo. Sabemos que na fase decisiva não vamos treinar tanto, mas, para esse momento que estamos, nossa atuação pode ser considerada  positiva. Claro que para ganhar o campeonato ainda precisamos melhorar muito, mas essa evolução está dentro da nossa proposta de trabalho - afirmou Neto, que também falou sobre a importância de colocar a garotada para jogar.

- Nós vamos precisar bastante dos meninos, então, temos que dar ritmo para que eles possam jogar. Muito deles jogaram pela primeira vez no time adulto e na frente do torcedor do Flamengo, até porque esse é o nosso elenco hoje.

Mas o técnico José Neto não falou apenas da tranquila vitória sobre o Macaé. Em busca do 12º Estadual consecutivo e do sexto NBB, o quinto seguido, o comandante rubro-negro minimizou a redução do orçamento após a saída da Sky, patrocinadora master do basquete do clube, e destacou os principais pontos do planejamento para a temporada 2016/2017. Confira a entrevista na íntegra.                                               

- Foi uma necessidade do momento. Tentamos solucionar da melhor forma trazendo alguns jogadores jovens para as posições carentes de acordo com o que o clube tem. Se analisarmos  ano a ano desde que cheguei, sempre mudamos a equipe e desta vez não foi diferente. Tivemos perdas significativas, como em anos anteriores, e estamos tentando repor isso através do trabalho para continuarmos sendo uma equipe forte. Não vamos mudar nossos objetivos por causa disso. Sabemos que teremos um início de preparação duro em função de alguns jogadores importantes estarem ausentes por motivos de lesão, mas isso vai nos propiciar colocarmos esses atletas que, teoricamente, estão sendo avaliados para ganhar ritmo de jogo.

- A cada temporada, as competições têm mostrado um equilíbrio muito grande. Apesar de o Flamengo ter ganhado as últimas 11 edições do Estadual (quatro sob o comando de José Neto) e quatro do NBB, é sempre cada vez mais difícil e de uma maneira diferente das anteriores. Só para dar um exemplo, na primeira temporada que cheguei saímos ganhando 20 jogos seguidos e tivemos a melhor sequência da história do NBB. Isso gerou uma expectativa enorme para o ano seguinte, mas não acontecei a mesma coisa e chegamos ao título do mesmo jeito. Daí em diante as dificuldades foram ainda maiores e tenho certeza que isso acontecerá novamente nessa temporada.  

- O Fischer dispensa comentários, é um cara que tem uma qualidade muito grande e isso está mais do que provado. O Luz mostrou a importância dele nos ajudando a conquistar um título e não á toa ele foi para o Baskonia, da Espanha, que é uma equipe fortíssima da ACB. Seremos eternamente gratos a ele por tudo que fez aqui. Mas as mudanças aconteceram e agora é focar naquilo que temos, será mais um desafio interessante esse ano. Vamos ter que colocar essa equipe jovem, com uma mescla de jogadores experientes. Alguns dos que chegaram, inclusive, terão a oportunidade de jogar pela primeira vez numa equipe de alto nível e nos ajudar a atingir nossos objetivos. É o tipo de desafio que eu gosto, vamos trabalhar para fazer essa equipe se tornar forte como as outras e brigar pelos títulos.

- Se concentrar meu pensamento nos problemas, vou deixar de encarar esse desafio de uma maneira positiva e acho que estarei cometendo um erro importantíssimo que é de não dar credibilidade à equipe que tenho. Hoje, a equipe que nós temos é essa e é com ela que vamos buscar nossas metas. O foco é fazer um time forte com esses jogadores. Sempre tivemos mudanças, ano passado elas foram significativas, e conseguimos com muitas dificuldades atingir nossos objetivos. Temos que colocar nosso foco na solução e não no problema. 

+ Fla perde patrocinador, mas dirigente mostra confiança em rápida reposição
+ Vai e vem de nomes de peso agita o NBB 9: veja 10 novidades nas equipes
+ Com a base de Limeira, Vasco derrota o Botafogo na abertura do Estadual
+ Discreto na estreia, Jackson minimiza rivalidade com Fla: "Apenas um jogo"

-  A medida que tivermos mais recursos e necessidades pontuais, eu não tenho dúvidas de que o clube fará um esforço enorme para reforçar a equipe. É por isso que esse início é importante, será um começo duro, onde vamos estar com algumas peças ausentes e testando uma nova forma de jogar. Tudo isso será uma forma de adaptação para que depois, se houver necessidade, nós tenhamos esse espaço para trazer mais alguém. São três estrangeiros permitidos e nós só temos um, então existe essa possibilidade também, tudo está dentro de um planejamento.

- Sem dúvida que ela existe, só que mais importante do que as mudanças pelas quais passamos, é saber que todos os adversários no Estadual e, principalmente no NBB, querem nosso lugar. Ou seja, todos querem voltar a ganhar uma campeonato nacional. Temos que saber lidar com essa realidade, mas sabemos que contamos com jogadores experientes, acostumados com esse tipo de time de situação e que vão potencializar a vontade dos mais jovens. Acredito que, com essa combinação, vamos conseguir atingir a expectativa de todos.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/basquete/noticia/2016/09/neto-aprova-estreia-do-fla-reconhece-pressao-e-nao-descarta-outro-gringo.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.