| Futebol

Ney apresenta variações táticas e ganha a confiança do grupo no Fla

Ainda sem vitórias no retorno ao clube, técnico mostra serviço durante os quase 30 dias de preparação na paralisação do Campeonato Brasileiro para a Copa do Mundo

Ney Franco teve cinco jogos pelo Campeonato Brasileiro à frente do Flamengo antes da paralisação para a Copa do Mundo. Não conseguiu vencer. Depois de 30 dias de trabalho, no entanto, o treinador ganhou a confiança dos jogadores na expectativa de tirar o time da penúltima colocação da competição, tendo somado apenas sete pontos em nove rodadas. Desde as conversas até o trabalho dentro de campo, ele estreitou a relação com o grupo, que parece ter assimilado o seu estilo.

Algumas mudanças aconteceram. O sistema de jogo mudou e Elano ganhou espaço novamente. Canteros chegou e o Flamengo espera anunciar ainda esta semana a chegada de Eduardo da Silva, que teve seu contrato com o Shakhtar Donetsk encerrado na semana passada. No entanto, foi com boa conversa e treinamento que conquistou os jogadores.

Ney Franco treino Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)Ney Franco orienta os jogadores em treino do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Ney Franco montou o time no sistema 3-5-2, mas segundo os próprios jogadores, vai muito além desses números. Alecsandro elogiou a capacidade do treinador de variar o jogo sem precisar mudar as peças presentes em campo.

- Não lembro de tantos dias de treino aqui no Brasil. Fora, talvez. O Ney mostrou que conhece de futebol, estuda bastante, é bem informado. O que me surpreendeu nele foi dentro do campo ter uma formação que faz o time jogar de três ou quatro maneiras diferentes sem tirar ninguém do jogo. Mostra que tem conhecimento do que faz - afirmou Alecsandro.

A comunicação é outro ponto forte de Ney Franco. Durante o treinamento, fala o tempo todo, procura traçar cada passo dos jogadores em meio ao trabalho com a bola. Segundo Alecsandro, ele faz com que cada um entenda o que precisa fazer dentro de campo para o sistema de jogo funcionar.

Ney mostrou que conhece de futebol, estuda bastante, é bem informado. O que me surpreendeu nele foi dentro do campo ter uma formação que faz o time jogar de três ou quatro maneiras diferentes sem tirar ninguém do jogo
Alecsandro

- O futebol não é diferente da vida. Não adianta falar para o seu filho não fazer uma coisa. Ele vai te questionar e você precisa ter uma resposta. A mesma coisa aqui. Se a gente faz uma coisa errada, ele vem e explica como deve ser feito. É muito inteligente e ponderado. Estou muito feliz em trabalhar com ele espero ter sucesso até o fim do ano - comentou o jogador.

O primeiro teste será nesta quarta-feira, quando o Flamengo vai enfrentar o Atlético-PR, em Macaé, na volta do Campeonato Brasileiro. O adversário está na 12ª colocação na competição, com 13 pontos, quase o dobro somado pelo clube carioca. Para Alecsandro, o time está pronto.

- Diria 90%. Os outros 10% só quando a bola rolar. Treino é treino e jogo é jogo. Estamos só treinando, mas os jogadores assimilaram tudo e entenderam o que precisam fazer - disse Alecsandro.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.