| Futebol

“Neymar, se tivesse de voltar hoje ao futebol brasileiro, o clube seria o Flamengo”

flameng - “Neymar, se tivesse de voltar hoje ao futebol brasileiro, o clube seria o Flamengo”

Teresópolis…

“Seria uma grande honra jogar no Flamengo, um dos maiores times do Brasil e do mundo. Nação rubro-negra, um grande beijo.”

O afago de Neymar ao Flamengo não foi por acaso. Ele já demonstrou que, apesar da aparência de garoto, está amadurecido para os seus 24 anos. Não diz nada, principalmente em coletivas, por dizer.

Ele estava desmentindo uma pergunta sobre uma promessa que seu pai teria feito. A de que, quando eles quisesse voltar para o Brasil, seria na Gávea. Neymar teve a oportunidade esclarecer. E o óbvio seria avisar que seu retorno seria para a Vila Belmiro, para o Santos.

Mas, se ele resolvesse voltar hoje para o Brasil, não seria para seu ex-clube. Há dois fatores. O primeiro é a enorme mágoa com os ataques dos dirigentes e conselheiros em relação à sua ida para o Barcelona.

O fato de seu pai ter recebido 10 milhões de euros antes da decisão do Mundial contra o time catalão, em 2011. Nos 4 a 0 para o time de Messi, o brasileiro sabia que estava no caminho do Barcelona.

O Santos chegou a entrar na justiça comum e na esportiva contra Neymar. Os motivos, os mesmos. As negociações que fizeram o jogador e seu pai receberem muito mais do que o clube na transação.

Na transação, a equipe ficou com 17,1 milhões de euros, cerca de R$ 67 milhões, em cotações atuais. Pai e filho teriam ganho, 40 milhões de euros, nada menos do que R$ 144 milhões. Só que havia a desconfiança por parte da Justiça espanhola que a transação chegaria a 83,3 milhões de euros, cerca de R$ 299 milhões.

Santos e o grupo DIS entraram como partes interessadas em um processo na Espanha.

“A representante do Santos, Fátima Cristina Bonassa, afirmou a um juiz espanhol que o clube se sentiu enganado por Neymar e seu pai, depois de tomar conhecimento dos detalhes da contratação do brasileiro pelo Barcelona, uma transferência pela qual a equipe recebeu 17,1 milhões de euros.

Bonassa afirmou ao juiz da Audiência Nacional (principal instância penal espanhola) José de la Mata que o atacante brasileiro é uma pessoa capaz, maior de idade e que sabia o que estava assinando”, publicou a agência France Press.

Neymar, seu pai e até sua mãe tiveram de depor. As fotos correram o mundo. Causando enorme constrangimento ao jogador.

José de la Mata não puniu Neymar ou seu pai. Mandou o Barcelona pagar 5 milhões de euros de multa tributária e o processo foi arquivado.

Mas o rancor permanece.

O jogador mantém um instituto para crianças carentes na Praia Grande. Ele o visita sempre que vem ao Brasil. Mas evita pisar no Santos Futebol Clube.

São três anos.

 

O pai de Neymar chegou até a processar o ex-presidente Luís Alvaro. O dirigente santista não mediu as palavras ao falar de como Neymar “Sênior” encaminhou a transação.

“Nesses 90 milhões de euros (que teria sido a parte do jogador na transação) estavam incluídos o dinheiro do cafezinho do pai do Neymar e uma orgia no hotel Piccadilly, em Londres. Porque ele (pai do Neymar) cobra qualquer coisa. Ele nunca me pagou um café. E eu paguei uns 200 cafés para ele.

“Então, esses 90 milhões são exagerados. Isso inclui putas. Achava que o pai do Neymar era meu amigo. Mas hoje não quero ver na frente do meu carro: em vez de brecar, eu acelero. Não estendo a mão para ele. E, se estender, é para dar uma porrada.”

A declaração custou R$ 20 mil a Laor. Foi o valor que teve de pagar ao pai do atacante, que ganhou o processo.

Mas na atual diretoria não há a menor esforço por uma reaproximação. Convites para festas, homenagens, nada. A mágoa em relação a Neymar e seu pai é algo palpável.

O desapego do outro lado é total. Assim como a aproximação do Rio de Janeiro. E há dois personagens importantes dessa mudança de rota.

Primeiro foi a ex-namorada Bruna Marquezine. A atriz global o levou a diversos lugares na capital carioca. Flamenguista, sempre que o casal encontrava conhecidos, brincava que traria Neymar para a Gávea. Bastava brincar assim que o atacante era tratado melhor ainda.

Mesmo depois do relacionamento terminado, Neymar segue frequentando as melhores festas do Rio. Seja em quadras de escola de samba, danceterias ou mansões de milionários. Quem o chama é o promoter David Brazil.

Brazil tem excelente relacionamento com atrizes e atores globais, modelos, milionários e, principalmente, jogadores. Tudo começou quando era assessor de imprensa da churrascaria Porcão. Era para lá que levava Renato Gaúcho, Romário, Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho, Robinho e, agora, Neymar.

O atacante do Barcelona tem tudo no Rio de Janeiro o que gosta. Baladas, amigos, garotas. Tem acesso a praia particulares, mansões. O que quiser. E sem o assédio desenfreado que sofre em São Paulo.

Na capital carioca, a convivência com os famosos e a população é mais tranquilo. E também não há a rejeição santista. Muitos torcedores ainda não se conformam com sua negociação e costumam cobrá-lo nas ruas do litoral paulista.

Quer seja em bailes funk, festas, ensaios em escola de samba, Neymar é tratado com reverência, respeito e muita alegria no Rio. Desde milionários até pessoas humildes. Ele se sente muito à vontade.

Neymar também já percebeu. Acabou a obrigação de o jogador que foi para a Europa ter de retornar ao clube que o lançou para o futebol. Principalmente o Santos.

Diego acaba se ser carregado, literalmente, nos ombros da torcida flamenguista. O meia não se preocupou com a Vila Belmiro. Foi uma recepção incrível. Foi o assunto na concentração da Seleção, aqui em Teresópolis.

Robinho também se mostra muito feliz. Depois de dois empréstimos ao Santos, escolheu a proposta financeira maior, ao voltar da China. E está, feliz, no Atlético Mineiro. Sem a menor dor na consciência.

Ele também acompanhou de perto toda a felicidade de Ronaldinho Gaúcho quando atuou no Flamengo. O encontrou algumas vezes. Ele nem se lembrava do Grêmio.

Ronaldinho Gaúcho, Sócrates, Casagrande, Romário, Denilson, Gamarra e vários outros jogadores importantes acabaram encantados pelo Flamengo. E na retorno da Europa preferiram atuar no rubro negro a voltar às suas antigas clubes.

 

Neymar tem pelo menos mais dez anos de carreira.

Muita coisa vai acontecer na sua vida.

Mas se fosse hoje, tudo indica que não voltaria a Santos.

Seu lugar seria a Gávea.

O beijo de ontem já foi retribuído.

O namoro já começou…

 

Fonte: Fonte: Blog do Cosme Rimoli

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.