A contraprova do exame de Guerrero será feita em Colonia, na Alemanha. O bioquímico Luiz Carlos Cameron, contratado pelo jogador para acompanhar o caso, seguirá para a Europa para acompanhar de perto a análise. O atacante, por sua vez, permanece no Peru resolvendo outros problemas e aguardando a resolução do caso.

A Seleção Peruana chegou à Nova Zelândia na última terça-feira. Na madrugada do dia 10 para o dia 11 de novembro, os companheiros de Guerrero enfrentam o país da Oceania na repescagem em busca de uma vaga no Mundial da Rússia. O jogo da volta acontece na madrugada do dia 15 para o dia 16, no Peru.

​​