| Futebol

O camisa 10 nota 10! É Diego mais 10

flameng - O camisa 10 nota 10! É Diego mais 10

É incrível como a camisa 10 da Gávea cai bem no craque Diego, afinal, não existe no Brasil um camisa 10 tão camisa 10 do que o principal jogador do time Flamengo.

Muito rapidamente ele já ganhou status de ídolo por boa parte da Nação Rubro-Negra. Pra mim, isso é questão de tempo e títulos! É iminente, do jeito que as coisas estão caminhando, que mais cedo ou mais tarde Diego entrará para a história do Clube de Regatas do Flamengo.

E não é só pelo que está mostrando em campo, fora dele Diego é um exemplar profissional, que vive e respira o Flamengo, é notório que o cara está amarradão em jogar no ‘Maior Clube do Brasil’ e viver na ‘Cidade Maravilhosa’, a felicidade está estampada no rosto do craque.

As convocações para a Seleção Brasileira são consequências de uma readaptação fora do comum ao futebol brasileiro, quase que instantaneamente. A ‘Maior Torcida do Mundo’ abraçou o meia em seu retorno, desde o aeroporto, e a identificação foi natural.

Diego já era pra ter chegado com a camisa de número 10, imortalizada pelo nosso Rei, Zico! Status, e sinônimo de magia, não é só uma numeração na camisa, é o simbolismo do craque em espírito, no mitificado manto-sagrado rubro-negro.

A camisa 10 da Gávea é um bem cultural do Brasil, tem valor histórico para o país, ela que já foi entoada em músicas, é arte. Seria justo se o manto fosse tombado como patrimônio histórico do país, sendo proibida a utilização por jogadores medíocres.

Um ano antes de Diego chegar, em 2015, o Flamengo contratava Ederson, que veio cantado aos quatro ventos como o novo camisa 10. Com essa responsa nas costas, isso acabou se tornando uma jogada marketing fracassada. Ed10 não estourou.

Em quase dois anos de Flamengo, Ederson ficou mais no departamento médico do que em campo, até jogou bem algumas partidas, mas muito longe de se tornar unanimidade com a torcida. Com um vasto histórico de lesões, era uma tragédia anunciada.

Diego assumiu a camisa 35 no ano passado, em homenagem ao título mundial de 1981, e aos seus filhos. No início desse ano foi cogitada a possibilidade de passar a 10 para o Diego, mas para não criar um clima ruim no elenco, nada mudou.

Ficou claro nessa estreia na Libertadores do Flamengo que a camisa 10 caiu como uma luva no Diego, e que Ederson já deveria ter aberto mão da numeração também fora da competição continental, pra não criar um climão, era pro Ederson se mancar.

Enfim, tá na cara que Diego fará história com a camisa do Flamengo, seja a número 35, 87, 92, ou 153, mas que ficaria mais bonito na foto com a camisa 10, isso eu não tenho dúvidas.

Que os deuses do futebol estejam com o Flamengo!

Vinny Dunga

Siga no Twitter:  twitter.com/DungaVinny (@DungaVinny)

Curta no Facebook: facebook.com/ColunaDoVinny

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2017/03/o-camisa-10-nota-10-e-diego-mais-10/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.