| Futebol

O Exterminador de Mitos

flameng - O Exterminador de Mitos

Quatro jogos, três vitórias e um empate. Cinco gols marcados nenhum sofrido, sequência que parece ser animadora, mas nem tanto quanto os mitos derrubados por Rueda em seus primeiros passos no Flamengo.

Reynaldo Rueda, o técnico que muitos comentaristas esportivos viraram a cara e disseram que não daria certo no Flamengo, chegou e vem conseguindo acertar o sistema defensivo e garantir resultados importantes para o Flamengo, e principalmente destruindo os mitos criados.

Mito 1: Márcio Araújo é imprescindível para proteger a defesa do Flamengo.

Marcio Araújo nem marcava e nem apoiava, na verdade parecia fazer o papel de somar número para garantir os 11 iniciais necessários para a bola rolar. Rueda desde que chegou só utilizou o volante como titular uma vez, e com o time reserva, e como um passe de mágica o Flamengo parou de sofrer defensivamente. Prova de que o volante não era tão vital assim, não é?

Mito 2: Cuéllar não é primeiro volante.

Poderia não ser para ZR, mas é para Rueda! E o que isso custou ao Flamengo e ao treinador, todos nós já sabemos. Rueda reparou uma injustiça que vinha sendo realizada há muito tempo e enfim passou a titularidade para o colombiano, que desde então tem se destacado e passou a ser um dos pilares do time. Cuéllar é o tipo do volante moderno, que sabe defender, passa muito bem e de vez enquanto aparece para concluir na frente.

Mito 3: A zaga do Flamengo é lenta, precisa de um zagueiro rápido.

Precisava em meio a bagunça que era o setor defensivo do Flamengo, onde os laterais subiam “À la vonté” e os volantes eram nulos na proteção. Hoje o Flamengo tem uma linha defensiva bem postada, com laterais que sobem de forma alternada e com comprometimento defensivo de todo o time. Em 4 jogos sob o comando de Rueda, o Flamengo sofreu pouquíssimos sustos e nossos goleiros pouco foram exigidos.

Mito 4: O Flamengo tem que ir para cima do adversário pois é melhor tecnicamente.

Rueda entendeu que o futebol brasileiro atual está mais em cima dos erros do que nos acertos. O Flamengo mantém a posse de bola como em outros tempos, mas erra menos. Em alguns momentos nesses jogos, o Flamengo esperou o adversário vir para cima para sair no contra-ataque, e quando o fez saiu de forma ordenada sem deixar espaços na zaga. Quando tem a posse de bola o Flamengo é mais paciente e assertivo, rifa menos a bola e parece saber exatamente o que fazer. Não deixa de buscar o ataque, mas o faz de forma organizada.

Mito 5: Berrío é um Cirino com grife.

Berrío em menos de um ano de casa já se mostrou muito mais efetivo e eficiente que Marcelo Cirino. Fez gol em sua estréia, fez gols nos rivais em clássicos e tem se mostrado um jogador interessantíssimo para o time do Flamengo. Embora às vezes esbarre em sua falta de técnica, têm feito grandes jogadas na linha de fundo e infernizando às zagas adversárias. Não à toa, parece ter assumido a titularidade com Rueda.

Mito 6: Everton é o motorzinho do time.

Everton era o homem do contra ataque, da retomada rápida, da transição do time de ZR. Rueda conseguiu compactar o time de forma que as linhas estão tão próximas e bem postadas que não há mais necessidade de Everton ser o desafogo do time. Embora ainda seja uma opção interessante de velocidade pelas pontas, Everton aparece menos na transição e mais nas triangulações junto ao ataque. E no esquema atual, começa a ver a sombra de Vinicius Jr cada vez mais próxima nessa briga pela ponta esquerda.

Mito 7: Willian Arão não serve mais para o Flamengo.

De todos os volantes que o Flamengo tem, Willian Arão é o que mais se assemelha à um meia. Aparece como poucos no ataque e auxilia na armação do meio de campo. Com Márcio Araújo em campo, os dois eram peças nulas, pareciam perdidos. Com Cuéllar, Arão voltou a ser um jogador decisivo. Aparece à frente para finalizar e participa das triangulações com Rodinei e Berrío. Parece estar recuperando o futebol que o levou a seleção.

Mitos, histórias, convicções, mentiras contadas tantas vezes que se tornam verdades absolutas. Pouco a pouco Rueda vai exterminando todos esses mitos e fábulas que habitaram o imaginário rubro-negro nos últimos tempos.

Enfim, Rueda vai mostrando sua cara e alimentando a expectativa dos torcedores de que ainda podemos ter um ano vitorioso. Será que tem mais mitos à serem quebrados, Como o que diz que treinador estrangeiro não dá certo no futebol brasileiro? Os próximos jogos dirão!

SRN!

Jerônimo Simeão Júnior

#ColunaDoJJ

Concorda ou Discorda? Comente, cornete e se gostar Divulgue! Ah! e se quiser saber mais sobre o Mengão segue lá no Twitter @JeronimoSJunior! É Mengão 24 horas por dia!

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2017/08/exterminador-de-mitos/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.