| Futebol

O grande mérito do Flamengo na briga pelo título é saber sofrer

flameng - O grande mérito do Flamengo na briga pelo título é saber sofrer

O Flamengo definitivamente é forte candidato ao título do Campeonato Brasileiro, isso ficou ainda mais visível após o bom empate com o Palmeiras no Allianz Parque.

 

O time de Zé Ricardo segue na vice-liderança com um ponto a menos que o alviverde e apesar de ter aberto o placar e cedido o empate, o resultado foi importante devido as circunstâncias da partida, o Rubro-Negro estava sem torcida e com um jogador a menos a partir do final do primeiro tempo.

 

 

Diferente do que aconteceu no primeito semestre onde a equipe se mostrava desequilibrada e incapaz de sair de situações adversas, o Flamengo que briga pelo topo do Brasileirão é um time que sabe sofrer.


VEJA TAMBÉM:

Cheirinho de vitória rubro-negra | Dois se redimiram | Palmeiras 1 x 1 Flamengo


 

Isso mesmo. Assim como o técnico Tite afirmou após o duelo contra a Colômbia que a Seleção Brasileira precisava saber sofrer, todo time que almeja grandes resultados necessita vencer as adversidades. 

 

E não foram poucas as adversidades encontradas pelo Flamengo desde o início do Campeonato. Primeiro a perda do técnico Muricy Ramalho que havia chegado com status e moral para conduzir a reestruturação do futebol e do centro de treinamento. 

 

 

As invasões dos torcedores as instalações do clube para cobrar os péssimos resultados no primeiro semestre. A saída repentina do capitão Wallace, as agressões ao zagueiro César Martins e a conturbação política por conta do fracassos no início do ano.

 

 

Dentro de campo, partidas complicadas como a estreia de Zé Ricardo diante da Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. O Rubro-Negro estava perdendo por 1 a 0 e virou a partida para 2 a 1 mesmo com um jogador a menos durante praticamente todo o segundo tempo. Na ocasião, o Flamengo quebrou um tabu de 11 anos sem vitórias contra a Macaca em São Paulo.

 

 

A goleada sofrida por 4 a 0 para o Corinthians dentro da Arena poderia ter sido um banho de água fria na arrancada do time que em seguida teria o Atlético-MG pela frente. Mas apesar da derrota, o time de Zé Ricardo não se abateu e derrotou o Galo, adversário direto, por 2 a 0.

 

 

A sofrida classificação do time para a segunda fase da Copa Sul-Americana depois de ter perdido a primeira partida por 4 a 2 e começar o segundo duelo perdendo por 1 a 0. O time Rubro-Negro não se abateu e conquistou a classificação após derrotar o adversário por 3 a 1. 

 

 

A virada sobre o Vitória, por 2 a 1, uma rodada antes de encarar o Palmeiras no Brasileirão. Três pontos importantes principalmente pelo fato do treinador ter optado por poupar alguns jogadores.

 

 

E claro, o duelo desta última quarta-feira contra o Palmeiras. Considerado uma final antecipada, o time ficou boa parte do jogo com um a menos e ainda assim conseguiu abrir o placar, e apesar de ter sofrido o empate aguentou a pressão e segurou esse pontinho precioso.

 

 

Agora, o próximo grande desafio será manter os pés no chão já que o Flamengo pode assumir a ponta da tabela neste domingo contra o Figueirense. O Palmeiras encara o complicado clássico contra o Corinthians, fora de casa. Em caso de vitória e um empate ou derrota alviverde o rubro-negro assume a liderança.

 

 

Com um time cada vez mais forte na briga pelo título será importante segurar o clima de "oba-oba" que já tomou conta da torcida que acredita na conquista. o treinador terá mais uma dura missão de impedir que tudo isso afete o elenco pois ainda existe existe muito campeonato pela frente e um sequência dura contra adversários como Cruzeiro, São Paulo, Sport e outros. 

 

Neste domingo o Flamengo encara o Figueirense, às 11h, no Pacaembu, em São Paulo. O jogo é válido pela vigésima sexta rodada do Brasileirão.

Fonte: https://esportes.yahoo.com/noticias/o-grande-m%C3%A9rito-flamengo-na-164600828.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.