O GRITO DE VOLTA

O GRITO DE VOLTA

Ninguém imagina que vencer um Brasileiro é uma tarefa simples. Especialmente se você é obrigado a viajar para jogar a cada rodada. Mas, atravessamos três quartos dessa competição enfrentando essa dificuldade e continuamos MUITO bem posicionados na briga, com chances reais de título. E arrancadas no fim sempre foram nossa especialidade.

Nesse quarto final, ouço, da maioria esmagadora dos analistas, que nosso caminho é mais complicado do que será para nosso adversário direto. É, pode ser!
Mas se as previsões desses mesmos “analistas” estivessem sempre corretas, o “Curintia” estaria disputando a ponta, nós estaríamos no meio da tabela, e o Botafogo afundado no Z4, ao invés de estar brigando até por vaga na Libertadores.   

É claro que podemos até não chegar a ser campeões. Afinal, além do desgaste físico maior do que nossos adversários, fomos nos reforçando no decorrer da competição, desperdiçamos pontos importantíssimos, fomos vitimas de decisões absurdas de tribunais, e fomos prejudicados por arbitragens com sotaque e endereço de conhecimento público.

Como se isso não bastasse, a CBF confirma que seu sotaque e endereço são exatamente os mesmos dessas arbitragens, ao negar o mesmo direito dado a seu “conterrâneo”, aos concorrentes diretos deste na competição, em uma atitude das mais DESCARADAS, VERGONHOSAS, BAIRRISTAS e PARCIAIS de que se tem notícia.

Até mesmo a Comebol, não intencionalmente, acabou nos prejudicando, com essa história de aumentar o número de participantes da Libertadores. Sim, iríamos enfrentar um Atlético Paranaense sem mais nada a almejar na última rodada (na grama sintética da casa deles) e, agora, muito provavelmente, vamos enfrentá-los com eles brigando por uma dessas duas vagas a mais.

Felizmente (ou seria FINALMENTE), essa privação de casa aqui no Rio está perto do fim. A grama foi colocada no prazo e o estádio estará disponível para o jogo do dia 23.
Isso será de ENORME importância nessa reta final, pois essas tais viagens semanais já provocam claros sinais de desgaste na equipe.

Cariacica superou nossas expectativas mais otimistas, pela sua capacidade de ter se transformado em um pequeno Maracanã. A Nação terá uma dívida de gratidão eterna com seus torcedores. Mas aqui é a nossa varanda, a pressão é MUITO maior e o EMPURRÃO da massa pode ser decisivo nesses quatro jogos que ainda faremos aqui.

Confesso que me angustia (AINDA) não termos um estádio próprio. Mas não me seduz a ideia de ter um e não ter como pagá-lo. Não gostaria que precisássemos fazer conchavo com QUADRILHAS para conseguir um. Me preocuparia MUITO, se nosso clube tivesse uma dívida de dois bilhões e um elenco de meio de tabela. Será que algum de vocês aí trocaria um estádio nosso por um TRI na série B? Enquanto não construirmos um, o Maraca foi, É e SEMPRE será a NOSSA casa.

Por que será que as autoridades locais colocam TANTAS dificuldades na ampliação da Gávea ou na construção de um Estádio próprio nosso em outro local? A resposta é simples!
O dia que o Flamengo desistir de jogar no Maracanã, o Governo será obrigado a transformá-lo em shopping, vender para alguma igreja ou demoli-lo, para construir um condomínio em seu lugar, no sentido de evitar arcar com uma despesa anual que não tem como pagar.

Se é verdade dizer que o Flamengo precisa do Maracanã, já que é o único lugar onde, em alguns casos, comporta sua torcida, é uma verdade infinitamente maior, que o principal estádio do país, e Mais Famoso do Mundo, DEPENDE EXCLUSIVAMENTE do Flamengo, por questão de sobrevivência.

Estou na maior expectativa quanto a reação dos nossos jogadores (praticamente metade do elenco atual) que nunca chegaram a ver a Nação no Maraca. Vão estrear em GRANDE estilo, com ele lotado e faminto. Por sinal, o adversário não poderia ser mais palatável.
Passando pelo Flu, como acredito que vamos passar, QUERO VER sobrar lugar. Esse pessoal por aí, que enche a boca pra dizer que põe média de 30 mil, vai ser obrigado a entubar mais do que o dobro disso.

Depois de dar um SHOW, exibido para mais de 3 BILHÕES de pessoas espalhadas pelo mundo, proporcionando uma festa absolutamente perfeita, fantástica, extraordinária, inesquecível (onde tivemos nosso nome entoado em duas canções), o Maraca vai proporcionar outro em breve. Dessa vez, restrito ao preto e vermelho, mas com o único contingente capaz de fazê-lo tremer.
Porque, estejam certos, ELE VAI TREMER!

O show de cores, beleza, harmonia e paz, que encantou o Mundo, terminou. Chegou a hora de voltar a se ouvir o GRITO DE GUERRA da MAIOR Nação dele. 

PRA CIMA DELES, MENGÃO !!!

Mudança no sistema de comentários
Não é mais necessário fazer login no site Flamengo RJ para comentar. Agora você precisa entrar no sistema de comentário abaixo com uma das opções de login disponível.