| Futebol

O que aconteceu no Brasileiro enquanto estávamos de olho na Olimpíada

flameng - O que aconteceu no Brasileiro enquanto estávamos de olho na Olimpíada

Michael Phelps, Usain Bolt e Simone Biles já foram embora. Mas enquanto estávamos prestando atenção nos heróis olímpicos, o Campeonato Brasileiro continuou sendo disputado normalmente. E muita coisa aconteceu desde então. Para alegria do torcedor carioca, Flamengo, Fluminense e Botafogo subiram na tabela e se aproximaram um pouco mais dos seus objetivos. Já o Vasco segue em voo de brigadeiro na liderança da Série B.

Veja o que fizeram os times cariocas e os demais clubes no Brasileiro durante os Jogos Olímpicos:

FLAMENGO

O time rubro-negro estava na sexta colocação com 31 pontos conquistados após o empate com o então líder Santos por 0 a 0. Nas três rodadas seguintes, a equipe de Zé Ricardo venceu o Atlético-PR por 1 a 0, perdeu para o Sport pelo mesmo placar em Pernambuco, mas derrotou o Grêmio por 2 a 1 no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Este jogo marcou a estreia do meia Diego, principal contratação do time para a temporada. O jogador marcou um gol na partida, que também teve gol do centroavante Leandro Damião, outra contratação considerada de peso. Com isso, o Flamengo pegou o elevador e subiu para o quarto lugar com 37 pontos, dentro da zona de classificação para a próxima Copa Libertadores.

FLUMINENSE

Desde que perdeu o centroavante Fred, o torcedor tricolor viveu dias e dias de desconfiança. Mas antes de começarem os Jogos, o time já ocupava uma confortável nona posição na tabela com 24 pontos. Desde então, o Flu não sabe o que é perder. Empatou com o Internacional por 2 a 2 no Beira-Rio, derrotou o América-MG por 1 a 0 e logo depois venceu o Santa Cruz também por 1 a 0.

Nestas duas partidas, os gols foram marcados pelo novo atacante do Flu Henrique Dourado. O centroavante mostrou que o Flu pode ter encontrado um substituto para Fred, que agora está no Atlético-MG.

Com os sete pontos conquistados de nove possíveis, o Flu subiu uma posição na tabela. Está em oitavo com 31 pontos. A diferença é que o time tem um jogo a menos. A partida contra o Figueirense, em Édson Passos, será no dia 3 de setembro. Se vencer, a equipe de Levir Culpi pode se aproximar de um G-4 que parecia improvável no começo do campeonato.

BOTAFOGO

Antes do início da Olimpíada, o Botafogo flertava com a zona de rebaixamento. Tinha apenas dois pontos acima do Santa Cruz. Um Rio-2016 depois, a situação não melhorou muito, mas o time Alvinegro se beneficiou da queda de outros clubes. Se antes a equipe então dirigida por Ricardo Gomes era a 15ª com 20 pontos, hoje está na 13ª posição com 26, três pontos acima do Vitória.

Dentro de campo, o Botafogo conseguiu uma vitória sobre o São Paulo, no Morumbi, por 1 a 0, e outra sobre o Sport, em Juiz de Fora, por 3 a 0. E mostrou um jogador que vem se revelando um artilheiro. Sassá chegou a nove gols no Brasileiro e assumiu a vice-liderança da tabela, atrás apenas de Gabriel Jesus, com 10. A diferença é que o atacante passou esse tempo todo sem defender o Palmeiras, pois estava na seleção olímpica que conquistou o ouro no Maracanã.

Fora de campo, porém, o time perdeu o técnico Ricardo Gomes, que aceitou uma proposta do São Paulo. Jair Ventura, filho do ex-jogador Jairzinho, assumiu o time.

VASCO

Ao contrário da Série A, a Série B teve uma pausa durante a Olimpíada. Depois de empatar com o Ceará por 0 a 0 no dia 2 de agosto, o time ficou apenas treinando até entrar em campo no último fim de semana para empatar em em 1 a 1 com o Sampaio Corrêa, lanterna da competição.

Apesar do tropeço, o time de Jorginho segue tranquilamente na liderança com 40 pontos, cinco a frente do Ceará, o segundo colocado. O time ainda está sete pontos a frente do Brasil de Pelotas, o quinto colocado e que hoje estaria fora da Série A em 2017.

OUTROS CLUBES

Antes do início da Olimpíada, Santos, Palmeiras, Corinthians e Grêmio formavam o G-4 do Brasileirão. Os três clubes paulistas estavam empatados com 33 pontos, enquanto o time gaúcho aparecia com 32. Mesma pontuação, aliás, do Atlético-MG, o quinto colocado. Três rodadas depois, Grêmio e Santos deixaram o G-4, que agora é ocupado por Palmeiras (40 pontos), Atlético-MG (38), Corinthians (37) e Flamengo (37).

O Palmeiras ganhou sete pontos de nove possíveis, enquanto o Santos foi o que o acumulou mais perdas. Obteve apenas uma vitória. E foi sobre o Atlético, que venceu os dois jogos restantes e subiu para a vice-liderança.

Santa Cruz, Cruzeiro, Coritiba e América-MG ocupavam a zona de rebaixamento. Três rodadas depois, Cruzeiro e Coritiba deixaram a zona de rebaixamento, que passou a ter Vitória e Figueirense.

Fonte: O Globo

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.