| Futebol

O SONHO NÃO ACABOU

E NEM PASSA PELA MINHA CABEÇA ACORDAR

 

Na coluna passada (antes do jogo contra o Avaí) o título era: “POBRE DO TORCEDOR QUE NÃO SE PERMITE SONHAR”, lembram? Mas nem mesmo eu esperava que esse sonho fosse tão prolongado, com imagens tão lindas e com tamanha predominância de preto e vermelho. Imaginar que pudéssemos igualar uma marca da geração mais vitoriosa na nossa história, estando ainda no X4 (bem ao lado do Z), só mesmo esperando que São Judas Tadeu voltasse revigorado, e inspirado, dessas suas prolongadas férias.
E NÃO É QUE ELE VOLTOU ?

Vencer SEIS consecutivas é apenas um detalhe. Tem GOL DE PLACA toda rodada; as bolas altas na nossa área deixaram de ser um problema; os reservas estão jogando mais que os titulares e tem até torcida dando “passe” pra gol, como no do Luiz Antônio contra o Cruzeiro. Além disso, tem também mídia e arco-íris com o rabinho entre as pernas, parecendo terem contraído malária, tamanha a tremedeira que foram acometidos nos últimos dias.

E isso porque eles sabem perfeitamente, que essa camisa, além de ser, DISPARADO, A MAIS bonita e marcante, é TÃO PODEROSA, que até o badalado Barça resolveu inverter o sentido das listras na sua, para que ela ficasse mais parecida com a nossa.

Em futebol, a imprevisibilidade dos resultados muitas vezes trai nossas convicções e nos leva a crer que estávamos enganados, para logo depois nos devolver essas mesmas convicções que começávamos a perder.

Olhava para nosso elenco e percebia nele uma qualidade, e quantidade de opções, que NÃO VIA em ninguém a nossa frente. O problema é que nossa posição na tabela teimava em não refletir essas convicções, como vem mostrando agora nesse segundo turno e exibindo um aproveitamento de 100%, que pode, e deve, ser mantido amanhã.

Sobre esse jogo de amanhã, sou obrigado a confessar que fico meio dividido diante desses jogos fora, com mando de campo nosso. Considero DA MAIOR importância alimentarmos a paixão dos nossos torcedores de fora do Rio e, Inclusive, torço MUITO pelo retorno de Paysandu, Bahia (ou Vitória) e Sampaio Correia, para a elite, pela oportunidade que isso representaria para os rubronegros dessas regiões verem o Mengão ao vivo e poderem repetir o SHOW dado pela nossa torcida em Natal. Também, é CLARO, entendo perfeitamente a necessidade da grana que essas vendas de mando representam.

Mas, ao mesmo tempo, nosso retrospecto nessas situações não é dos melhores e precisaremos viajar novamente para pegar um concorrente direto, dentro de seu galinheiro, no fim de semana. Com isso, o desgaste físico se torna pra lá de considerável e acaba virando motivo de preocupação.
Temos convivido com uma sequência de problemas musculares, que poderiam perfeitamente ter nos deixado bem longe de onde conseguimos chegar, não fosse o EXCEPCIONAL desempenho do pessoal que veio do banco.

E, se veio do banco, mesmo reconhecendo os inegáveis méritos do “Engenheiro” responsável por essa mudança tão radical em nossa “fachada”, não podemos deixar de registrar também a INESTIMÁVEL ajuda que recebeu. O “Engenheiro” é o Osvaldo, sem dúvida, mas devemos tanto quanto ao seu “Mestre de Obras” Jaime de Almeida. Esse conhece nosso elenco como ninguém e foi da maior importância em um momento crítico, quando perdemos mais de meio time, sem que Osvaldo tivesse um bom conhecimento das peças de reposição que dispunha. Se estamos batendo palmas para Osvaldo, podem estar certos, o Jaime merece o mesmo.

Apesar desse nosso momento mágico, se disser que acredito em título, vou estar mentindo pra vocês. Posso até passar a acreditar daqui a 5, 10, rodadas. Neste momento, não! Penso que, neste momento, devemos nos dedicar unicamente a fortalecer nossa condição de candidatos a participantes da Libertadores do ano que vem; tentar alcançar o 3º colocado (o que nos daria a vaga direta); vencer e se aproximar do 2º (com quem temos um confronto direto no domingo) e ficar esperando pelo declínio de produção do 1º (como aconteceu em 2009).

Se acontecer, ótimo! Se não acontecer, vamos fazer como fizemos em 2007, consolidar essa arrancada sensacional, garantir a vaga na Liberta e tentar buscar o caneco da própria em 2016.
Enquanto isso, vamos apenas nos permitir saborear esse momento tão especial, onde, depois de muito tempo, nos foi devolvida a confiança e o prazer de ver nosso time jogar.

PRA CIMA DELES, MENGÃO !!!

PS: Essa coluna é dedicada a Luisa, uma linda Princesa rubronegra de 16 anos, que conseguiu captar esse momento MÁGICO, do meio da torcida que cantava nosso hino, quando Luiz Antônio fez aquele GOLAÇO no Cruzeiro.
Absolutamente SENSACIONAL e IMPERDÍVEL. Deem só uma olhada:

https://www.youtube.com/watch?v=LkFCYviD5vM

 


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.