| Futebol

Opções diante do Cruzeiro, Elton e Mattheus pouco jogaram com Luxa

Jogadores que entraram diante do Atlético-MG, quarta-feira, saem com o peso da eliminação na semifinal da Copa do Brasil. Técnico exalta qualidade do adversário

Mattheus flamengo bangu amistoso (Foto: Richard Souza)Mattheus virou alvo de questionamentos ao entrar em campo diante do Galo (Foto: Richard Souza)

As substituições feitas pelo técnico Vanderlei Luxemburgo no jogo da eliminação do Flamengo da Copa do Brasil deixaram marcas. O time havia vencido o jogo de ida por 2 a 0 e saiu na frente em Belo Horizonte antes de sofrer a virada e ser goleado por 4 a 1. A situação já foi questionada internamente, principalmente pelos nomes escolhidos. Elton e Mattheus, nas 27 partidas sob seu comando este ano, jogaram apenas 203 minutos com a camisa do clube.

Mattheus jogou apenas 20 minutos, na partida anterior ao confronto com o Atlético-MG, quando entrou no segundo tempo da vitória por 3 a 0 sobre a Chapecoense, no Maracanã. Só foi acionado já com o confronto decidido. Mesmo assim, Luxemburgo decidiu utilizá-lo no Mineirão ao substituir Everton, aos 23 minutos do segundo tempo. Até então herói do Flamengo, o camisa 22 voltava ao time depois de uma lesão muscular na coxa esquerda.

Elton já havia atuado em nove jogos, mas apenas em um deles como titular. Foram 183 minutos em campo antes de ser acionado contra o Atlético-MG na quarta-feira. No jogo de ida, sequer saiu do banco de reservas. O jogador ainda não conseguiu fazer um gol com a camisa do clube. Nunca ficou mais do que 45 minutos em campo.

No banco, Luxemburgo contava com os zagueiros Samir e Marcelo, os volantes Amaral e Muralha, o meia Mugni e o atacante Igor Sartori, todos mais vezes utilizados pelo treinador do que Mattheus. Depois de sair de campo contra a Chapecoense com dores musculares, Gabriel também estava à disposição, e o comandante se justificou por não aproveitá-lo alegando que o jogador não havia passado confiança. Mas a cada chamado aos reservas, ele apontava para o próprio peito como quem esperasse a convocação.

Elton, Ninho do Urubu, treino, Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/ Fla Imagem)Desde que chegou ao Fla, Elton nunca ficou mais do que 45 minutos em campo e ainda não marcou gols (Foto: Gilvan de Souza/ Fla Imagem)

Dos jogadores relacionados para a partida contra o Atlético-MG, apenas o zagueiro Frauches e o goleiro Cesar ainda não foram utilizados nesta temporada pelo treinador. Mattheus acabou sendo a opção justificada pelos treinamentos realizados recentemente. No entanto, antes de voltar a ser utilizado contra a Chapecoense, o meia sequer entrava em campo desde o dia 20 de abril, no empate em 0 a 0 com o Goiás, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

- Eles têm uma grande equipe. Mania do Brasil de ver defeito e não ver a qualidade. Equipe equilibrada. Estão acostumados a jogar dessa forma. O que faltou foi ter jogadores mais leves para puxar um contragolpe de saída de bola. Isso é em função do adversário - disse Luxemburgo, logo depois da eliminação.

Ao recolher os cacos e começar a pensar no ano que vem, o Flamengo volta a treinar na tarde desta sexta-feira no Ninho do Urubu. O próximo jogo é contra o Sport, domingo, em Recife, pelo Campeonato Brasileiro.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.