| Futebol

Oswaldo adota postura defensiva e ainda valoriza jogo contra o Flamengo

O técnico Oswaldo de Oliveira adotou uma postura extremamente defensiva após o Corinthians ser goleado por 4 a 0 pelo São Paulo, neste sábado, no Morumbi. Geralmente bem-humorado em suas entrevistas, o carioca contestou jornalistas ao defender a equipe que está cada vez mais distante da classificação para a Copa Libertadores da América.

“Essa equipe que começou o jogo hoje, com exceção do goleiro, foi a mesma que começou contra o Flamengo e fez uma partida muito boa. Não conseguimos reeditar. Levamos um gol de pênalti, o que tira a estabilidade do time, mas fizemos um primeiro tempo razoável. Poderíamos ter empatado o jogo no final, o que daria confiança para o segundo tempo”, comentou Oswaldo.

O controverso pênalti de Fagner sobre Kelvin (que resultou em gol de Cueva, o único do São Paulo na etapa inicial) também serviu de argumento na defesa do treinador. Oswaldo culpou o árbitro Cláudio Francisco Lima e Silva pela construção do placar vexatório no Morumbi. E voltou a citar o empate por 2 a 2 com o Flamengo, em que o Corinthians realmente atuou bem, neste momento.

“Com esse mesmo time, fizemos uma grande partida contra o Flamengo, que era para termos vencido. Um erro de arbitragem tirou a nossa vitória, assim como hoje, em que um erro desequilibrou o nosso time”, disse Oswaldo.

Ao ouvir que o peruano Cueva, destaque do São Paulo no clássico, teve bastante liberdade para jogar, Oswaldo ergueu a voz novamente. E citou a partida contra o Flamengo. “Não achei que isso tenha acontecido. Procuramos marcá-lo com a similaridade que fizemos com o Diego contra o Flamengo. Não conseguimos fazer como da outra vez”, comparou.

Por fim, Oswaldo usou o seu curto período de trabalho no Corinthians – foram cinco jogos, com somente uma vitória (sobre o América-MG, penúltimo colocado do Campeonato Brasileiro), dois empates e agora duas derrotas – para amenizar as críticas que começa a enfrentar.

“O técnico é parte de uma estrutura. Estou há 20 dias no Corinthians, procurando fazer o melhor que poso. O elenco foi muito desequilibrado. Não podemos colocar o peso todo nas minhas costas se é uma coisa que vem acontecendo há bastante tempo, e não só com o Corinthians”, concluiu Oswaldo de Oliveira, referindo-se ao desmanche do plantel campeão brasileiro em 2015 e à oscilação do time em 2016.

Fonte: https://esportes.yahoo.com/noticias/oswaldo-adota-postura-defensiva-ainda-valoriza-jogo-flamengo-003529948--spt.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.