| Futebol

Oswaldo de Oliveira

Em coletiva, treinador analisa vitória deste domingo

Técnico celebrou vitória

Técnico celebrou vitória

O Flamengo venceu na estreia do técnico Oswaldo de Oliveira, neste domingo (23.08) e agora concentra suas forças para a Copa do Brasil. Em coletiva após o jogo, o treinador falou dos pontos fortes da equipe e de como pretende trabalhar nos próximos dias.

Entre para o time do Oswaldo. Seja sócio-torcedor.

Confira como foi a coletiva, agrupada por assuntos:

Falhas do adversário
- A gente percebeu sim. A defesa do SPFC joga com a linha bem alta e nós tivemos algumas bolas. Uma dessas acho que vocês vão lembrar que o Márcio Araújo dominou e precipitou o passe pro guerrero. Em que pese que tenham a segunda linha alta, nós estavamos conseguindo ganhar a bola e tabalhar com ela, dando sequência. Inclusive, não tinha pensado no Guerrero, mas no Everton e no Ederson, pelos lados. Mas acabou sendo o guerrero, com três chances consecutivas acabou fazendo no terceiro.

Ascensão
- O time do Flamengo é uma equipe em evolução, já vinha melhorando bastante taticamente com o Cristovão e temos que dar continuidade. Uma equipe em formação, que recebeu vários jogadores. E isso sempre se torna algo que você tem que melhorar, tem que entrosar melhor os jogadores para que haja um desempenho mais coeso, mais firme. Porque a medida que você vence esses jogos os jogadores vão ficando mais confiantes naquilo que vamos falando. Acredito que demos espaço para melhorar, mas acho que a resposta de hoje foi muito boa. O Flamengo foi melhor na partida, teve as melhores oportunidades, mesmo no primeiro tempo. Fomos mais presentes e o São Paulo deu seu primeiro chute na hora que fez o gol, aos 35. No restante do tempo ficamos mais com a bola, trabalhamos mais e tivemos um início de segundo tempo muito bom para nós. Muito promissor.

Time ofensivo
- Independente do treinador atual essa é uma busca que todos os times fazem. O Flamengo vem buscando isso também. A marca do Flamengo é a marca de um time aguerrido, que busca o ataque, que vai para cima dos adversários construindo as vitórias por ter essa marca e atraindo jogadores que completem um time assim. Vamos continuar insistindo no que já vinha sendo feito. E hoje vi que a defesa do flamengo foi mais compacta, procurando aproveitar os espaços dos adversários. O SPFC tinha três jogadores velozes e por essa postura de tirar a agressividade deles, fomos bem.

Gol em bola aérea
- Acho que também é mérito do adversário. Eles têm bons batedores e bons cabeceadores, temos é que tentar aproveitar também esse tipo de situação principalmente quando a gente joga aqui. São situações que a gente precisa melhorar para tirar proveito.

Copa do Brasil
- Jogo de quarta-feira é outra história. Quarta-feira é Copa do Brasil, jogo em que estamos em desvantagem e vamos buscar reverter essa situação.

Samir
- Oscilar é inerente ao futebol e esta é uma equipe em formação. A gente tá vendo o Flamengo mudando os zagueiros as vezes, atuando o Marcelo e o César, então é uma questão de evoluir com esses jogadores. Gosto muito das caracteristicas do Samir, que é um canhoto que atua pelo lado esquerdo, não só pela questão defensiva mas também pela saída de bola ele é um jogador importante. Vejo o Samir na direção de melhorar, se estabilizar e se tornar um dos grandes jogadores do Flamengo.

Sequência de vitórias
- Essa é uma busca que temos que ter. Temos outros 18 jogos para conseguir isso e o time precisa engatar para conseguir isso, fazer uma sequência boa, forte. No próximo jogo do brasieiro vamos atuar contra o Sport. E é uma tarefa ardua jogar lá, a equipe deles vem muito bem mas precisamos nos superar na busca dessa melhora e a cada rodada ir somando pontos para que haja essa aproximação. Acho que é um momento muito bom para que isso aconteça. Estamos vendo uma oscilação muito grande naquelas posições. Em algumas rodadas não conseguiram vencer, acho que depende muito mais de nós do que de torcer para os adversários não irem bem. Vai chegar o momento que definir esse perde e ganha vai definir muita a coisa. 

Satisfação?
- Não só pela vitória, mas acho que pelo desempenho da equipe coletivamente, levada principalmente pela presença desses jogadores. No caso do Éverton é porque já o vi atuando na lateral-esquerda muito bem. Com a suspensão do Jorge, as opções que tínhamos eram o Armero, que vinha de lesão e só treinou com bola nesta sexta-feira, em um jogo que a gente sabia que seria de muita intensidade. E o Everton, além de saber jogar ali, é um cara que tinha ritmo de jogo e vem atuando com regularidade. O Anderson Pico é um jogador que precisa de um vento a favor porque tem qualidade e no momento certo vamos aproveitá-lo.

"Oswaldia e alegria"
- Não sei se é alguma coisa diferente. É a maneira que vejo, que posso escalar a equipe. Acho que as vezes é até uma visão preconceituosa de alguns jogadores. Na saída de campo encontrei com o junior, que vi jogar de lateral-esquerdo e no meio campo, estava saindo e alguém comentou q o Paulinho já atuou na lateral-direita. Já fiz isso algumas vezes: jogadores que são atacantes ou tem característica de serem ofensivos, não tem nada que os impeça de exercer funções defensivas, especialmente quando jogamos aqui, no Maracanã. Se você não tem qualidade atrás fica muito limitado na saída de bola. Por isso que se tivesse quatro grandes jogadores para escalar atrás, iria escalar.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/21990/oswaldo-de-oliveira

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.