| Futebol

Otimista para 2017, Diego admite ver obstáculos: "Também será mais difícil"

Camisa 35 e principal atleta do Flamengo, meia aposta em ano positivo, porém crê em dificuldades em função de o estilo de o time atuar já ser conhecido pelos rivais

flameng - Otimista para 2017, Diego admite ver obstáculos: "Também será mais difícil"


A derrota por 2 a 1 (veja os gols acima) para o Vila Nova no primeiro compromisso rubro-negro em 2017 não tirará o sono de Diego, principal jogador do Flamengo. O camisa 35 projeta um ano repleto de triunfos, porém não esconde que os desafios de sua equipe, segundo a ótica do próprio, serão mais complicados em função de os rivais já conhecerem a maneira com o qual os comandados de Zé Ricardo se apresentam em campo.

-  A expectativa é de uma temporada muito positiva, mas também muito difícil. Com mais dificuldades, na minha opinião, do que na última. Porque agora as equipes conhecem nossa forma de jogar. Motivação e concentração vão ser ainda maiores por parte dos adversários.

- Vai ser muito difícil, mas minha expectativa continua muito positiva. Acho que a equipe tem trabalhado no limite, se esforçado muito. Com certeza os resultados virão. Hoje era jogo de teste, amistoso, de preparação. Não foi o suficiente para vencer o jogo, mas foi sim útil para que a gente possa seguir evoluindo.

Diego, que completa 32 anos em 28 de fevereiro, tratou de admitir erros contra o Tigre, porém destacou: "o momento de errar é esse".

- O Zé está mais bem preparado do que eu para passar as informações. Mas claro que houve algumas coisas positivas, jogadas que nós treinamos, filosofia de jogo que procuramos colocar em prática. Algumas delas conseguimos, outras não. Houve também pontos negativos, por isso acabamos perdendo o jogo. Incomoda, apesar de ser um jogo de preparação. Nós temos essa mentalidade vencedora. Acaba incomodando, mas sem dúvida, preparação serve para isso. O momento de errar é esse.

"Cheiro de êxitos" e esperança de seguir na Seleção

Terminado o empate por 2 a 2 com o Coritiba, em 20 de novembro do ano passado, o "cheirinho de hepta" foi engarrafado. Na ocasião, Diego minimizou o fim das chances matemáticas e disse que quem joga no Flamengo tem o privilégio de sentir "vários cheirinhos".

Sempre confiante e orgulhoso do trabalho realizado pelo clube, o meia, ainda na concentração do Flamengo antes de a bola rolar contra o Vila Nova, revelou um "odor otimista" para 2017.

- Cheiro de êxitos. Acho que o trabalho está sendo muito bem feito já há algum tempo. Desde que cheguei, eu tenho pego parte desse trabalho. Sem dúvida que a expectativa é muito grande pela qualidade e profissionalismo de todos envolvidos no futebol do Flamengo. Agora é trabalhar que essa expectativa possa se concretizar - afirmou o meia, momentos antes do amistoso com o Vila.

A convocação dele e dos rubro-negros Alex Muralha, Jorge e Willian Arão também foi festejada. Classificou o chamado do quarteto como um prêmio ao trabalho em conjunto do Flamengo.

- Uma alegria enorme. Depois de alguns anos fora, ter essa nova oportunidade é como se fosse a minha primeira convocação. É o reconhecimento de um trabalho coletivo bem feito, tanto que eu e mais três jogadores fomos convocados merecidamente e estamos tendo essa oportunidade sensacional. Vou procurar aproveitar da melhor maneira possível.

É possível seguir na Seleção?

Questionado se a convocação aconteceu somente porque Tite chamou apenas jogadores que atuam no Brasil para a partida com a Colômbia, marcada para a próxima quarta-feira, no Engenhão, Diego disse não fazer projeções futuras por ora.

- Nós jogadores temos que respeitar as opiniões e trabalhar muito. Temos que aproveitar a oportunidade, tudo tem acontecido de forma natural. É o reconhecimento de um trabalho bem feito, e a oportunidade é para ser aproveitada. Vou viver esse jogo e esse momento. O que vai acontecer depois nós veremos.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2017/01/otimista-para-2017-diego-admite-ver-obstaculos-tambem-sera-mais-dificil.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.