| Futebol

Pacotão da rodada#28 tem mico de Nilton e Leandro Damião como ator

Volante cruzeirense comemora bola para fora como se fosse um gol. Atacante santista puxa a própria camisa dentro da área para iludir o árbitro. Dellatore faz o golaço

Nilton comemora "gol" do Cruzeiro contra o Flamengo (Foto: Reprodução SporTV)Nilton comemora "gol" do Cruzeiro contra o Flamengo (Foto: Reprodução SporTV)

Desde o triunfo contra o Internacional, pela 26ª rodada, o líder Cruzeiro não voltou a vencer, e o Colorado aproveitou o segundo tropeço da Raposa para diminuir a diferença. Agora, seis pontos separam o time mineiro da equipe gaúcha no Brasileirão. O cruzeirense Nilton roubou a cena no final de semana por um lance inusitado. Na derrota da Raposa para o Flamengo, no Maracanã, o volante se enganou após ter mandando a bola para fora, foi comemorar o gol que não marcou e pagou o mico da rodada#28. O duelo no Rio de Janeiro, que foi presenciado por 36.645 pagantes, ainda teve o belo lençol de Everton e o gol perdido por Marcelo Moreno. 

No Beira-Rio, o Internacional precisava vencer para mostrar que já estava recuperado da goleada sofrida contra a Chapecoense e bateu o Fluminense por 2 a 1. Destaque para o goleiro Alisson Becker, que fez a defesa mais bonita do fim de semana após uma cabeçada certeira de Fred.

Leandro Damião também foi protagonista de um lance curioso. Na derrota do Peixe para o Criciúma, o centroavante puxou a própria camisa dentro da área e foi escolhido como o Ator da jornada. Autor de cinco defesas difíceis, Bruno, do Criciúma, foi o goleiro com mais intervenções. 

Fora das últimas seis rodadas, o atacante Dellatorre retornou de lesão e decidiu para o Furacão. O camisa 11 entrou na segunda etapa e marcou dois. O seu segundo foi uma pintura. Com extrema categoria e técnica, mandou a bola no ângulo esquerdo do goleiro Tiago Volpi. 

Pacotão Rodada 28 (Foto: Infoesporte)


Header golaço pacotão (Foto: Editoria de Arte)




Recuperado de uma entorse no tornozelo direito, o atacante Dellatorre voltou ao Furacão em grande estilo. Autor de dois gols, o camisa 11 foi o destaque da vitória do Atlético-PR. O segundo foi uma pintura. Após receber bom passe, o atacante puxou a bola para a perna esquerda, deixando o marcador no chão e, da entrada da área, chutou de canhota. A bola entrou no ângulo esquerdo de Tiago Volpi . Uma verdadeira obra de arte.

Header pacotão MICO (Foto: Editoria de Arte)



Fora de casa, o Cruzeiro perdeu para o Flamengo por 3 a 0, mas o volante Nilton roubou a cena em uma jogada curiosa. Aos 18 do primeiro tempo, a Raposa perdia por 1 a 0, e Marquinhos levantou a bola na área rubro-negra. Paulo Victor saiu mal, e o volante mandou de cabeça por cima do gol. Após o lance, Nilton começou a comemorar como se tivesse marcado o gol, mas se frustrou quando Marcelo Moreno o avisou que a bola não havia entrado.

Header pacotão Ator (Foto: Editoria de Arte)



Na derrota do Santos para o Criciúma por 3 a 0, uma jogada chamou a atenção. Leandro Damião tentou iludir o árbitro Péricles Bassols para conseguir um pênalti a favor do Peixe. Em lance de bola parada, o camisa 9 santista puxou a própria camisa, mas o juiz o ignorou e deixou o jogo seguir no Heriberto Hülse. Após a partida, o atacante negou a tentativa de ludibriar a arbitragem e disse que o lance foi normal.

HEader Pacotão defesa (Foto: Editoria de Arte)



Terceiro goleiro do Internacional, Alisson Becker mostrou que o Colorado está bem servido no setor. Contra o Fluminense, teve uma atuação sólida e dificultou a vida do ataque tricolor. Aos 13 minutos da segunda etapa, Fred recebeu bom passe de Wagner e cabeceou com firmeza. Porém, o dono da camisa 22 saltou para fazer a intervenção e salvar o Internacional.

Header pacotão DRIBLE (Foto: Editoria de Arte)


Um dos destaques do Flamengo no Brasileirão, o meia Everton comandou o meio-campo do Rubro-Negro contra o Cruzeiro. Habilidoso, o camisa 22 aplicou um lindo lençol no cruzeirense Egídio e saiu jogando com categoria. O Flamengo venceu por 3 a 0 e subiu para a 10ª posição do Brasileirão. A Raposa, que acumula duas derrotas consecutivas, segue na liderança, mas a diferença para o Internacional caiu para seis pontos.

Header pacotão SARRAFO (Foto: Editoria de Arte)


Header pacotão GOL MAIS PERDIDO (Foto: Editoria de Arte)


Capitão e uma das referências do Criciúma na vitória contra o Santos por 3 a 0, o meia Cleber Santana vive boa fase no time catarinense. No entanto, o camisa 10 deu uma entrada violenta em Leandrinho e foi punido pelo árbitro Péricles Bassols com o cartão amarelo logo aos cinco minutos de jogo. 



Artilheiro do Brasileirão ao lado de Henrique, do Palmeiras, com 13 gols, Marcelo Moreno perdeu uma chance de ouro de ajudar o Cruzeiro e de se isolar na tabela de artilharia. Após cruzamento de Marquinhos, Egídio ajeitou a bola de cabeça para o matador da Raposa. Sem marcação e na pequena área, ele tentou tirar do goleiro Paulo Victor e mandou a bola para fora.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.