| Futebol

Pacotão da rodada#30 tem golaço corintiano e mico do Sport

Luciano completa belíssima troca de passes é o autor do gol mais bonito da jornada. Danilo chuta de fora da área e manda a bola pela lateral. Prass faz lindas defesas

Luciano comemora gol do Corinthians contra o Vitória (Foto: Reprodução )Luciano comemora gol do Corinthians contra o Vitória (Foto: Reprodução )

Na luta por uma vaga na próxima Libertadores, o Corinthians foi beneficiado pelos resultados de rivais diretos, que tropeçaram, e ainda fez o seu dever de casa contra o Vitória. Dever de casa, mas longe de casa: na Arena Pantanal, o Timão venceu com duas pinturas, entrou no G-4 e teve o seu segundo gol, marcado por Luciano, escolhido como o mais bonito da rodada#30 do Campeonato Brasileiro.

Mas a rodada também teve lance bisonho. Na derrota do Sport para o Goiás, o meia Danilo pagou o mico da rodada ao tentar marcar de trivela da entrada da área. Disparou um míssil em linha reta, pela linha lateral. O erro da rodada veio da partida que abriu a 30ª jornada e teve o menor público (5.961 pagantes): Bahia 1 x 1 Atlético-MG. O goleiro Victor segurou com as mãos uma bola recuada pelo lateral-direito Marcos Rocha. O árbitro não marcou a irregularidade e mandou o duelo seguir.

No Mineirão, Fernando Prass foi um dos personagens centrais do duelo com o melhor público da jornada: 26.944 pagantes. O goleiro do Palmeiras falhou no gol marcado pelo cruzeirense Dagoberto, mas fez duas lindas intervenções e foi o recordista de defesas difíceis da jornada.

Estatísticas da rodada #30 2 (Foto: GloboEsporte.com)


Header pacotão GOLAÇO (Foto: Editoria de Arte)


 





Header pacotão MICO (Foto: Editoria de Arte)



 


No Recife, o Sport recebeu o Goiás e foi superado por 1 a 0, gol de Esquerdinha. No entanto, uma jogada de ataque do Leão chamou a atenção de forma negativa. Na entrada da área, Danilo tentou chutar de trivela e mandou a bola em linha reta pela lateral. O meia até se benzeu após a trapalhada.

Header pacotão ERRO (Foto: Editoria de Arte)



 

Na Fonte Nova, o Bahia recebeu o Atlético-MG e empatou. O árbitro Elmo Alves Resende Cunha deixou de marcar uma infração que poderia ter mudado o enredo da partida. O lateral-direito Marcos Rocha recuou a bola para o goleiro Victor, que a pegou com as mãos. O juiz não marcou o tiro livre indireto e deixou o jogo seguir.

HEader Pacotão defesa (Foto: Editoria de Arte)


 






Um dos destaques do Palmeiras na temporada, Fernando Pras mostrou contra o Cruzeiro o motivo pelo qual é titular incontestável. O camisa 1 do Alviverde fez linda defesas contra o líder do Brasileirão. Além de ser o recordista de defesas difíceis na rodada, o arqueiro ainda realizou duas belas intervenções seguidas. Após cruzamento de Éverton Ribeiro, a bola passou por todos e explodiu na trave. Henrique chutou na sequência, e Prass espalmou. No rebote, Marquinhos tentou, e o goleiro encaixou a bola. 

Header pacotão DRIBLE (Foto: Editoria de Arte)



 



No Maracanã, o Inter visitou o Flamengo e foi derrotado por 2 a 0. O jovem meia Valdivia começou o duelo no banco de reservas, mas entrou no segundo tempo para aplicar o drible mais bonito da rodada. O camisa 29 recebeu a bola no campo de defesa e deu um belíssimo lençol em Victor Cáceres, passou por Chicão e foi parado com falta, cometida por João Paulo.

Header pacotão Ator (Foto: Editoria de Arte)



 




Fora de casa, o Botafogo foi batido pelo Coritiba em um duelo entre dois rivais que lutam contra a degola. Escolhido como o ator da rodada, o atacante Rogério passou pelo goleiro e, em vez de tentar o gol, caiu na área, preferindo simular o pênalti. O árbitro Anderson Daronco acertou ao não marcar a penalidade e ainda puniu o camisa o 8 alvinegro com o cartão amarelo.

Header pacotão SARRAFO (Foto: Editoria de Arte)



 


Na sexta colocação, o Grêmio venceu o Figueirense por 1 a 0 e se manteve na luta por uma vaga no G-4. No meio da tabela, o Figueira luta para se distanciar ainda mais do Z-4 e pode perder o volante Rivaldo na sequência do campeonato. O camisa 7 entrou de carrinho e cometeu uma falta duríssima em Barcos. Irritado, foi expulso pelo árbitro Flávio Rodrigues Guerra e fez gestos dando a entender que o time catarinense estaria sendo roubado pela arbitragem.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.