| Futebol

Pacotão do Fla: Luxa assopra e morde, jogo coletivo dá certo, e PV brilha

Treinador acena positivamente ao pedido do árbitro para que se calasse, mas dá olhada para o lado e solta palavrão. Tricampeões de 1944 são homenageados

  1. jogo coletivo dá certo
  2. luxa assopra e morde
  3. PV BEM DE NOVO
  4. homenagem
  5. entrada a mil por hora

A noite no Maracanã foi completa para os rubro-negros. Principal jogador do Flamengo nos últimos jogos, Gabriel consolidou a boa fase com os dois gol. Paulo Victor, no auge de sua carreira, somou ótimas defesas ao recente repertório. E Vanderlei Luxemburgo, famoso pelo vocabulário abundante em palavrões e povoado por expressões que o próprio cunha ao longo do tempo, reservou momento engraçado. Acenou positivamente a um pedido de silêncio do juiz Thiago Duarte Peixoto, porém emendou a resposta com um xingamento.

01

jogo coletivo dá certo

O Flamengo tramou boas jogadas coletivas. No primeiro tempo, Márcio Araújo teve sua finalização bloqueada por Wellington Silva depois de Canteros, Léo Moura e Gabriel darem bons tratos à bola. Gabriel e Léo voltaram a brilhar em jogada protagonizada no início da etapa final, mas Eduardo e Everton não aproveitaram. Na mais bonita das combinações, Gabriel marcou o primeiro gol do jogo.

 









01

luxa assopra e morde

Luxemburgo foi à loucura com a não marcação de uma falta na lateral direita de ataque do Flamengo. Depois de tanto reclamar, o árbitro o pediu que se calasse. Luxa estendeu o polegar direito para sinalizar que aceitara a recomendação, porém logo depois soltou: "Filho de uma p..."

 









01

PV BEM DE NOVO

Paulo Victor teve outra atuação destacada pelo Flamengo. Primeiro, saiu bem demais do gol e cresceu diante do tarimbado Nilmar. Fez ótima defesa. Nos acréscimos do jogo, já com a vitória assegurada, tornou a impedir que o camisa 7 rival balançasse a rede. Já havia voado em testada do próprio centroavante colorado para grande intervenção, porém o lance estava parado.

 


01

homenagem

O primeiro tricampeonato carioca do Flamengo, conquistado em 29 de outubro de 1944, foi alvo de homenagem rubro-negra nesta quarta-feira, durante o intervalo do jogo. Ana Valido, uma das filhas do autor do gol do título, o técnico Jayme de Almeida, homônimo e filho do capitão daquele time, e Antonio Bria, filho de Modesto Bria, representaram os pais no gramado. Jayme, aliás, foi ovacionado pelos flamenguistas presentes ao Maracanã.

 









01

entrada a mil por hora

Colocado em campo para tentar decidir ofensivamente, Elton teve em sua primeira participação no jogo intervenção de zagueiro clássico. Deu um pique, roubou a bola e passou de calcanhar.

 


Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.