| Futebol

Pacotão do Fla: substituições nulas e escorregão fatal marcam eliminação

Queda rubro-negra na Copa do Brasil tem clima tenso, alternativas inofensivas com Elton e Mattheus e falha de Wallace em lance que origina último gol do Atlético-MG

  1. TENSÃO À FLOR DA PELE
  2. deu errado
  3. escorregão fatal
  4. croata mal
  5. faltou mira
  6. Último suspiro

O sonho do bicampeonato da Copa do Brasil chegou ao fim na noite de quarta-feira de forma dolorosa para o Flamengo. Não tanto pela eliminação em si, mas pela forma como tudo aconteceu. O cruel roteiro no Mineirão teve o Rubro-Negro saindo na frente e a reação do Galo para o placar que precisava, 4 a 1 (assista aos melhores momentos no vídeo abaixo), já na reta final do jogo. E nos últimos minutos, uma chance de ouro que poderia ter mudado tudo...

 

A partida foi marcada pela tensão e muitas falhas individuais do Rubro-Negro. Até o técnico Vanderlei Luxemburgo não teve sorte nas substituições e não conseguiu tirar o time do sufoco. Por fim, o brilho solitário de Everton acabou não sendo suficiente.

01

TENSÃO À FLOR DA PELE

 

Em uma semifinal de Copa do Brasil entre dois clubes de rivalidade histórica, os ânimos exaltados deram o tom do confronto. Léo x Diego Tardelli, Wallace x Carlos, Everton x Victor... Foram muitos os bate-bocas em campo. O lateral-direito, substituto de Léo Moura, desentendeu-se com o atacante que alegou ter sofrido falta; o zagueiro e capitão rubro-negro se estranhou com o outro atacante atleticano que pediu um pênalti numa disputa na área; e o camisa 22 discutiu com Victor após um impedimento, e ambos levaram cartão amarelo.

01

DEU ERRADO

 

Vanderlei Luxermburgo foi apontado como um dos principais responsáveis pela boa campanha do Flamengo na Copa do Brasil. Entretanto, faltou inspiração ao comandante no Mineirão. Ao sacar Nixon para colocar Elton, o Flamengo perdeu a marcação que o primeiro fazia na lateral do campo. E ao promover Mattheus no lugar de Everton, cansado, o time perdeu sua válvula de escape. Enquanto os dois jogadores que entraram nada produziram. O atacante não conseguiu segurar a bola no ataque, e Mattheus - que tirando os minutos finais contra a Chapecoense havia jogado pela última vez em abril - errou tudo o que tentou. As mexidas não surtiram efeito e aumentaram a pressão do Galo.

01

escorregão fatal

 

Uma bola relativamente tranquila de ser dominada ou afastada, perto da linha de fundo. Wallace, porém, não contava que um escorregão fosse obrigá-lo a ceder o escanteio ao time da casa. Na cobrança, a zaga do Flamengo afasta mal e, após cruzamento da direita, a bola sobra para Luan explodir o Mineirão com o gol que viria a classificar os mineiros para a final da competição.

01

croata mal

 

Uma noite para esquecer. É assim que pode ser definida a performance de Eduardo da Silva. No ataque, o croata foi ineficiente e desperdiçou as poucas chances criadas. No meio-campo, abusou da displicência e, ao tentar um desnecessário passe de calcanhar quando o placar indicava 1 a 1, permitiu o contra-ataque do Galo, que culminou no gol de Maicosuel.

01

Faltou mira

 

Apesar de não ter balançado as redes, os chutes de Canteros foram uma das poucas armas utilizadas pelo Flamengo, que teve raros ataques. O argentino, porém, estava com o pé descalibrado. E caiu nos pés dele a chance de ouro no fim. A finalização saiu forte, mas alta. Não dá para saber se a bola entraria ou passaria por cima do travessão. Mas Victor espalmou para tirar qualquer dúvida e evitar dar qualquer chance para o azar.

01

Último suspiro

 

No abafa, nos acréscimos, aos 47 minutos do segundo tempo, o Flamengo teve a oportunidade final, o último suspiro, no escanteio. Na bola aérea, justamente seu maior tormento em todo o jogo. Rubro-negros de maior estatura em campo, Wallace e Canteros foram para a área, mas não adiantou. A bola bateu nos dois, ficou à feição para o volante na pequena área, mas Victor mais uma vez apareceu para tirar.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.