| Futebol

Pacotão: rodada#12 tem caneta de Kaká e defesaça de Diego Cavalieri

Apesar da derrota, craque esbanja categoria no retorno ao São Paulo. Goleiro do Flu faz milagre na vitória sobre o Furacão. Marquinhos faz golaço em goleada do Cruzeiro

Kaká gol jogo Goiás x São Paulo (Foto: Buda Mendes / Getty Images)Kaká comemora seu gol contra o Goiás (Foto: Buda Mendes / Getty Images)

Após onze anos longe do São Paulo, Kaká voltou a vestir a camisa tricolor diante do Goiás, neste domingo, no Serra Dourada, em Goiânia. A reestreia do meia acabou com derrota por 2 a 1, mas o craque deu uma pequena mostra do seu vasto repertório. Além de marcar um gol, o camisa 8 mostrou toda sua habilidade ao dar uma linda caneta em Moisés, no primeiro tempo. Ao receber a marcação forte do rival no meio-campo, ele rolou a bola entre as pernas do adversário de maneira desconcertante e puxou o ataque são-paulino com velocidade. O belo lance foi coroado como principal drible da 12ª rodada.

Tão linda como a jogada protagonizada por Kaká foi a defesa feita por Diego Cavalieri já no fim da vitória do Fluminense sobre o Atlético-PR por 3 a 0, na Arena da Baixada, em Curitiba. O atacante Dellatorre emendou um chute forte de dentro da área, a bola desviou no zagueiro Gum e ia enganando o goleiro. Com velocidade, o camisa 12 conseguiu voar na bola para tirar com a ponta dos dedos. O "milagre" ficou com o selo de "defesaça" do fim de semana.

INFO - Pacotão da Rodada #12 (Foto: Arte / Globoesporte.com)




















Header pacotão GOLAÇO (Foto: Editoria de Arte)




Após um primeiro tempo duro contra o Figueirense no Mineirão, o líder Cruzeiro deslanchou após o intervalo. E quem abriu o caminho para a goleada por 5 a 0 foi o atacante Marquinhos, que marcou um golaço logo no início da segunda etapa. Ele recebeu um lindo passe de Marcelo Moreno na entrada da área e acertou um chute forte no canto direito, sem chances para o goleiro Tiago Volpi.

HEader Pacotão defesa (Foto: Editoria de Arte)



Com 3 a 0 no placar, o Fluminense já tinha a vitória praticamente garantida sobre o Atlético-PR, na Arena da Baixada. Mas para evitar qualquer risco de reação, Diego Cavalieri operou um verdadeiro milagre para impedir que o gol do Furacão aos 37 minutos do segundo tempo. Após chute de Dellatorre, a bola desviou em Gum e caminhava para entrar no canto direito. Mas o goleiro se esticou todo e, com a ponta dos dedos, conseguiu jogar a bola para escanteio.

Header pacotão SARRAFO (Foto: Editoria de Arte)



Em um clássico nervoso no Maracanã, Edílson, do Botafogo, se livrou de ser expulso após dar uma entrada muito dura em Victor Cáceres, do Flamengo. Aos 25 minutos do segundo tempo, quando o Alvinegro buscava o empate, o lateral errou a bola e acertou em cheio as pernas do volante rubro-negro com um carrinho. O árbitro Wilton Pereira de Sampaio marcou falta mas mostrou apenas o cartão amarelo para o jogador botafoguense.

Header pacotão DRIBLE (Foto: Editoria de Arte)


Kaká voltou a desfilar sua imensa categoria nos gramados brasileiros. Apesar da derrota por 2 a 1 para o Goiás, o meia do São Paulo aplicou uma linda caneta em Moisés. Ele recebeu a bola no meio-campo e, ao receber a marcação do rival, rolou a bola entre as pernas do jogador do Esmeraldino com muita categoria, iniciando uma jogada de ataque do Tricolor Paulista. 

Header pacotão MICO (Foto: Editoria de Arte)



A atuação desorganizada do Botafogo na derrota para o Flamengo por 1 a 0, no Maracanã, pode ser resumida em um lance bisonho que aconteceu ainda no primeiro tempo. Aos 17 minutos, o meia Carlos Alberto e o volante Gabriel pagaram um verdadeiro mico ao se chocarem na tentativa de iniciar uma jogada e deixaram a bola limpa para o adversário. Que trapalhada!

Header pacotão GOL MAIS PERDIDO (Foto: Editoria de Arte)



Não fez falta, mas o gol perdido por Zé Mário poderia ter custado a vitória do Sport sobre o Atlético-MG por 2 a 1, na Ilha do Retiro. O jogo ainda estava 0 a 0, aos 45 minutos do primeiro tempo, quando o atacante Felipe Azevedo fez ótima jogada individual pela direita e cruzou. Livre na pequena área, o meia tentou apenas escorar para as redes, mas testou mal a bola e mandou por cima do gol de Victor.

Header pacotão frango (Foto: Editoria de Arte)


Quando a fase não é boa, tudo acaba dando errado. O Bahia fazia uma partida equilibrada com o Internacional, na Arena Fonte Nova, e empatava por 0 a 0. Já na metade do segundo tempo, porém, Marcelo Lomba colocou tudo a perder com uma falha incrível. O lateral-direito Wellington Silva arriscou um chute de muito longe, no meio do gol. O goleiro tentou segurar a bola, mas ela acabou escapando das suas mãos e morreu dentro do gol.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.