| Futebol

Painel gigante na entrada de ginásio anuncia duelo entre Flamengo e Suns

Técnico do Flamengo, José Neto recebe a visita da maior jogadora da história do Phoenix Mercury e comanda uma rápida sessão de arremessos na US Airways Arena

Phoenix Suns x Flamengo Phoenix painel gigante Estados Unidos (Foto: Marcello Pires)Painel chama para jogo desta quarta entre Suns e Flamengo, em Phoenix (Foto: Marcello Pires)

A quarta-feira amanheceu diferente em Phoenix. Apesar do dia cinzento e com previsão de chuva, a atmosfera da delegação rubro-negra não poderia ser melhor. O sorriso e a expressão de expectativa no semblante de cada membro da delegação do Flamengo ao entrar na US Airways Arena para o último treino antes da partida desta quarta-feira contra os Suns, às 23h (de Brasília), era o sinal de que chegara a hora do maior desafio do clube carioca. As mudanças para os dias anteriores começaram a ser notadas já na chegada ao local do jogo. Em frente à US Airways Arena, um gigante painel de led anunciava a partida com o nome de Phoenix Suns e Flamengo em neon e letras garrafais. 

saiba mais
  • Marquinhos deixa "espinhos" de lado em Phoenix e garante cabeça no Flamengo
  • Diário rubro-negro: acompanhe o Flamengo na pré-temporada da NBA
  • José Neto aposta em uma vitória do Fla na NBA: "Será um feito enorme"
  • Fã de Leandrinho, gerente dos Suns abre vestiário e explica rotina da NBA
  • Da arquibancada à quadra: na torcida em 2005, Gegê volta à NBA com o Fla

Mas o que mais chamou a atenção de todos na entrada do ginásio foi os carros dos jogadores do Phoenix Suns. Se nos dias anteriores o estacionamento vivia às moscas e o ônibus da delegação carioca era o dono do pedaço, na manhã desta quarta-feira o desfile de automóveis esportivos e de valores exorbitantes no Brasil, quase todos sem placa, impressionaram.

"Olha o nível dos carrinhos dos caras", era a frase mais repetida pelos rubro-negros na entrada do ônibus do Flamengo na US Airways Arena.

As diferenças não ficaram restritas ao lado de fora. Do lado de dentro, uma visita para lá de especial. Primeira mulher convocada para a seleção americana de basquete ainda atuando no Ensino Médio e a primeira a assinar contrato com um time da NBA, o Indiana Pacers, Ann Meyers Drysdale pediu autorização à comissão técnica do Flamengo para assistir ao último treino comandado pelo técnico José Neto, que pela  primeira durante foi realizado no local do jogo.

Ann Meyers Drysdale (Foto: Marcello Pires)Ann Meyers Drysdale acompanha sessão de arremessos do Flamengo (Foto: Marcello Pires)

Ann Meyers hoje é vice-presidente do Phoenix Suns (NBA) e Phoenix Mercury (WNBA). Se ela está acostumado com o ambiente da US Airways Arena, os jogadores do Flamengo ficaram impressionados com o tamanho e a beleza do lugar. Eles fizeram um rápido aquecimento, ouviram atentamente o técnico José Neto passar as principais jogadas da equipe e finalizaram a atividade com um sessão de arremessos.

Sob os olhares atentos de seus pais, o ala-armador Benite era um dos mais animados e impressionados com tudo à sua volta.

– Quando o ginásio é “ruim”, a gente até estranha essa iluminação – brincou o camisa 8 rubro-negro se referindo à potência dos holofotes na US Airways Arena.

Flamengo treino Phoenix basquete (Foto: Marcello Pires)Jogadores do Flamengo treinam na quadra da US Airways Arena (Foto: Marcello Pires)
Flamengo treino Phoenix basquete (Foto: Marcello Pires)Elenco flamenguista faz reconhecimento da quadra do Phoenix Suns (Foto: Marcello Pires)



ERRATA: Ao contrário do que o GloboEsporte.com publicou, Ann Meyers Drysdale não jogou no Phoenix Mercury e na WNBA. Ann Meyers Drysdal, na verdade, foi a primeira mulher convocada para a seleção americana ainda no Ensino Médio e a primeira mulher a assinar com um time da NBA, o Indiana Pacers, para treinamentos e hoje é vice-presidente da franquia. A informação foi publicada inicialmente às 16h03 de quarta-feira e corrigida às 19h01. 

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.