O duelo de rubro-negros brasileiros do grupo 4 teve dois tempos bem distintos. Com um começo avassalador, os cariocas controlaram a partida e abriram dois gols (Guerrero e Diego) de vantagem com apenas 15 minutos de jogo. O Furacão sentiu o baque e foi se encontrar no jogo somente na segunda tempo. Os paranaenses até conseguiram imprimir um bom ritmo na etapa final (principalmente após descontar, com um gol de Nikão), mas o Fla conseguiu segurar a vitória.

No Allianz Parque, o que se viu foi o mais típico duelo de Libertadores. Superando muita, mas muita catimba, o Palmeiras sofreu até o último minuto para arrancar a vitória contra o Peñarol. O Verdão saiu perdendo, virou e depois sofreu o empate. Quando tudo parecia perdido, o lateral Fabiano, aos 54 do segundo tempo (sim, 54), aproveitou escanteio cobrado por Michel Bastos e fez o gol do alívio alviverde. 

Com as vitórias, paulistas e cariocas agora lideram seus grupos - o Palmeiras tem 7 pontos, enquanto o Fla tem 6 pontos. Já o Atlético-PR estacionou nos 4 pontos e, no momento, está fora do mata-mata.