Palmeirense na infância, Marinho, do Vitória, diz que gostaria de jogar pelo Flamengo

Palmeirense na infância, Marinho, do Vitória, diz que gostaria de jogar pelo Flamengo

Um dos destaques do Campeonato Brasileiro, o atacante Marinho, do Vitória, é cobiçado por diversos clubes do país para a próxima temporada e o Flamengo é um deles. Em entrevista concedida ao programa “Bolívia Talk Show”, do canal Desimpedidos, o jogador afirmou que gostaria de jogar pelo Rubro-negro carioca. O curioso é que, há algumas semanas, ele havia afirmado que não gostava do Fla.

- Na infância eu era torcedor do Palmeiras. Mas meu pai e minha irmã são flamenguistas. Primeiro time que eu vi jogar foi o Palmeiras, por isso eu criei essa visão de gostar do Palmeiras. Claro que eu iria para o Flamengo. Quem é que não gostaria de jogar no Flamengo? Quem não quer ir para o Corinthians... um Santos... As pessoas confundiram e colocaram só um trecho da entrevista que eu dei na Internet... Sou profissional. O clube que eu jogo, eu visto a camisa - disse Marinho.

O jogador também afirmou que, por ele, a última rodada do Campeonato Brasileiro não seria disputada. Marinho ainda está abalado com a tragédia com o avião da Chapecoense, que matou 71 pessoas, entre elas o meia Arthur Maia, de quem o jogador era muito amigo. Marinho também afirmou não ter gostado das declarações do dirigente Fernando Carvalho, do Internacional.

- Não mudo nada o que eu falei. No momento de dificuldade, perda de amigos, de companheiros de trabalho. É uma coisa tão pouca estar pensando em campeonato ainda. Que o time foi prejudicado... acho que tem que pensar como ser humano. Olhar pelo lado das famílias que estão sofrendo até hoje. Então, quando o cara começou a falar, foi uma reação que eu tive. Porque eu já tive postado uma foto do Maia, que jogava com a gente lá, era um amigo meu que eu tinha, conterrâneo. Fiquei indignado com o que escutei e com o que vi. Foi muito infeliz. E mantenho o que eu falei, por mim o campeonato acabaria. É tudo muito pequeno perto da tragédia - disse.

- O que eu sei é que vai ter jogo. E a gente vai jogar. Vamos fazer o que os jogadores da Chape fariam se estivessem vivos, a alegria da torcida. Honrar a camisa. Vamos entrar em campo e dedicar a eles - acrescentou.

Por fim, Marinho se mostrou confiante na permanência do Vitória na Série A do Brasileiro.

- A gente deu um passo grande para ficar na Série A. Último jogo contra o Palmeiras, só temos que ganhar o jogo em casa. Palmeirasj já foi campeão... Óbvio que ninguém vai querer correr pra perder, mas temos boas chances.

Confira a entrevista completa abaixo.