Paolo Guerrero é condenado a um ano de suspensão pela Fifa após doping

Paolo Guerrero é condenado a um ano de suspensão pela Fifa após doping

O atacante Paolo Guerrero foi condenado pela Fifa a um ano de suspensão, nesta sexta-feira, após ser flagrado no exame antidoping. Assim, ele perderia a Copa do Mundo do ano que vem e poderia não mais defender o Flamengo, já que seu atual contrato termina em agosto.

Guerrero havia sido suspenso por 30 dias em novembro e esteve presente na Suíça para audiência na semana passada. A previsão de resultado era para esta semana. Se fosse absolvido, poderia quem sabe jogar contra o Independiente no Maracanã. Agora, a hipótese fica descartada.

Um mês depois da suspensão preventiva aplicada pela Fifa, estendida por mais dez dias na segunda-feira, o Flamengo cumpre normalmente os compromissos com o atacante Guerrero, enquanto o resultado do julgamento sobre o suposto doping não acontece.

O Flamengo já havia pensando em acionar a Federação Peruana de Futebol, até agora a única responsabilizada pela possível contaminação com o metabólito encontrado em um chá de coca.

A rescisão de contrato está prevista no acordo entre jogador e clube e é padrão para vínculos com os atletas, sem prejuízo ao clube. O único seria não ter o jogador, que ainda corre o risco de ficar fora da Copa do Mundo e não ajudar o Peru.