Paquetá enfatiza importância do elenco: "Não existe time reserva"

Paquetá enfatiza importância do elenco: "Não existe time reserva"

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Nesta sexta-feira, o meia Lucas Paquetá foi o escolhido para conceder entrevista coletiva no Ninho do Urubu. A conversa com os jornalistas ocorreu na Sala de Imprensa Victorino Chermont, sucedendo a atividade que fechou a preparação para a partida diante do Macaé. Apenas alguns dos atletas que atuaram na vitória por 3 a 0 contra o Boavista seguirão viagem com a delegação.

Quem sente o orgulho de ser sócio-torcedor faz o time mais forte e tem mais Flamengo sempre: descontos em ingressos e no pay-per-view, vídeos exclusivos para ficar por dentro, vantagens nas lojas oficiais para ter o Manto e outros produtos e muito mais. Clique e faça sua adesão agora!

Com a expectativa de um time modificado em relação ao duelo passado, o camisa 11 rechaçou a ideia de equipe titular e reserva no clube. "Não existe time reserva. Sei que tem jogadores que estão atuando pouco, mas é o Flamengo que ganha ou perde. É uma nova oportunidade de quem está jogando menos mostrar para o Paulo que pode entrar e ajudar. Independentemente de quem estiver dentro de campo, procurará ajudar e dar seu melhor", afirmou.

O grupo de jogadores que têm atuado por menos tempo nessa temporada terão uma nova chance de causar um impacto na partida desse sábado (10). Tendo em vista a disputa sadia por posições em um elenco forte como o rubro-negro, Paquetá vê como proveitosa essa alternância na escalação, colocando em primeiro lugar o melhor para o Mais Querido.

"Independentemente de quem vá entrar em campo, estará representando o Flamengo. Precisamos ter esse pensamento, é isso que importa. É mais uma oportunidade para aqueles que não vêm atuando tanto. E a rapaziada que ficar aqui descansando ficará treinando e se preparando para o jogo de quarta-feira", comentou.

Contra o Boavista, dois belos gols de falta marcados por Diego e Paquetá contribuíram para somar mais três pontos nessa Taça Rio. Exímios cobradores, ambos os meias alternam-se em suas tentativas. Os aspectos técnicos prevalecem no momento da escolha, de acordo com o meia.

"O Paulo nos deixa bem à vontade para decidirmos dentro de campo. Eu e Diego, assim como nos treinamentos, conversamos bastante para vermos a definição da barreira, como a bola está, se de perto ou mais de longe. Em campo decidimos para quem fica melhor a batida e graças a Deus estamos tendo sucesso", explicou.

Veja outros trechos da entrevista coletiva de Lucas Paquetá:


Momento dos atletas
Acredito que o trabalho da diretoria é sempre bem feito para uma grande temporada. Tem momentos que um vai acabar se saindo melhor que o outro, e é por isso que temos um elenco. Quando um não estiver bem, o outro estará ali ajudando. Isso que venho procurando fazer e estou recebendo o apoio de todos os jogadores, comissão e diretoria. Cada um tentando fazer o melhor de si para ajudar o Flamengo.

Influência de Rueda
O Rueda foi um cara que mudou minha vida dentro do Flamengo. Me deu a oportunidade que estava trabalhando para ter e fui feliz em aproveitar. Ganhei a confiança do treinador. Ainda trocamos mensagens, ele me passa bastante apoio. Também fico na torcida por ele, independentemente de ele estiver.

Atuar com Julio Cesar
Para mim é gratificante ter essa oportunidade de atuar ao lado do Julio Cesar, que é um exemplo, um ídolo para a Nação. Vemos ele transparecer o Flamengo. É uma energia muito boa. Ele é um cara exemplar, humilde, que nos passa muita confiança. Sentimos gratidão em tê-lo aqui com a gente. Como ele disse no discurso, pediu para estar aqui, mas somos nós que agradecemos.

Humildade na caminhada
Particularmente, tenho uma base familiar muito boa. Converso bastante com meus pais. Sempre esperamos esse retorno. É algo trabalhado ao longo do tempo. Buscamos no dia a dia ter certas conquistas e quando acontece, termos a cabeça no lugar, pés no chão e continuar trabalhando, porque é apenas o começo de uma longa trajetória.

Crescimento profissional
Procuramos fazer tudo aquilo que os profissionais da área nos pedem. Evoluir fisicamente, mentalmente, na nutrição. Isso vai nos ajudando na nossa evolução como atleta, para quando formos aparecer e conquistar tudo o que queremos, sabermos que é fruto de um trabalho.

Seleção Brasileira
Tive a realização de um sonho, que é vestir a camisa do Flamengo. E todo jogador sonha também em vestir a camisa da seleção principal. Trabalho devagar, na minha, e se um dia acontecer, sentirei uma gratidão enorme.

Cobrança
Sei que quando a gente não estiver bem dentro de campo, é normal a torcida querer o melhor de cada um. Recebo da melhor maneira porque é algo que me incentiva. Sou muito autocrítico, sei quando erro e quando as coisas não estão indo bem. Estou sempre buscando melhorar.

Elogios de Tite a Lincoln
Ficamos felizes. O Lincoln é um jogador que tem uma capacidade técnica muito boa e o elogiamos bastante nos treinamentos. Quando esse assunto surgiu o demos os parabéns, porque isso é o reconhecimento. Nada melhor para um profissional do que isso. Agora é manter o que ele vem fazendo, que uma hora precisaremos e ele estará pronto.