| Futebol

Para Apolinho, multifuncional Everton é essencial ao Flamengo: "Contamina"

Comentarista da Rádio Tupi elogia capacidade do jogador em desempenhar várias funções mesmo jogando no sacrifício. "Defendeu, armou, atacou e fez o gol da vitória"

flameng - Para Apolinho, multifuncional Everton é essencial ao Flamengo: "Contamina"



A vitória do Flamengo sobre o Fluminense por 1 a 0 na primeira partida decisiva do Campeonato Carioca também foi assunto no "Redação SporTV" desta segunda-feira. E um jogador foi apontado pelo apresentador André Rizek como o personagem do jogo: o meia-atacante Everton, que reconheceu ter tomado infiltração no tornozelo machucado para poder entrar em campo.

 Na opinião de Rizek, Everton é um jogador que não tem tanta mídia nem fama, mas faz diferença quando está em campo - não pôde atuar na derrota para o Atlético-PR por 2 a 1 na quarta-feira, pelas Libertadores, e o time sentiu sua falta. Quando perguntado da importância do camisa 22 para o Flamengo, o comentarista da Rádio Tupi Washington Rodrigues, o Apolinho, não poupou elogios não só pelo lado técnico, mas também pela importância tática.

- Esse é o tipo de jogador que todo treinador quer ter. Porque é um jogador multifuncional. Você vê o Everton aparecendo lá pra fazer o gol da vitória. Ele usou toda a habilidade que tem, com todo o sacrifício que ele passou, pra ser também o cara que veio fechar o corredor, ajudando o Trauco na marcação. O Fluminense é forte pelas abas do campo. O Flamengo conseguiu neutralizar essas jogadas muito em função do que ele fez. Esse rapaz defendeu, armou, atacou e fez o gol da vitória. Eu o elegi o craque do jogo por causa disso. E acho que a torcida do Flamengo reconhece o que ele vem fazendo pela equipe.


Apolinho elogiou também o esforço de Everton para estar presente ao clássico (ele reconheceu ter tomado infiltração no tornozelo para ser escalado) e acredita ser o comportamento do jogador nos 90 minutos também responsável pelo rendimento maior de toda a equipe. 

- É um jogador diferenciado. Você põe na lateral esquerda, ele joga, você bota no meio de campo, ele joga, bota na frente, ele joga. Fora que o empenho que tem ao longo do jogo contamina os companheiros. Ele não desiste. Você vê, o cara jogando com o tornozelo inchado... Eu não sabia que ele tava com o tornozelo inchado, pensei que tivesse ficado bom. Ele revela no fim do jogo que jogou ainda com dores, tomou infiltração. Pode ser um anestésico, pra tirar a dor. Mas o que ele fez no jogo mostra quem é esse rapaz em termos de doação ao todo da equipe.

Em entrevista no Maracanã, Everton reconheceu ter encontrado dificuldades.

- Tá difícil, só eu sei o que eu tô passando aqui, mas é final. Vale a pena o sacrifício. Quarta-feira (contra o Atlético_PR) não deu, tava muito inchado, mas hoje tomamos injeção e fomos.

Depois da partida, o técnico Zé Ricardo falou da importância de Everton no time.

- A gente ter o Everton de volta... um jogador extremamente dedicado, taticamente cumpre muito bem a função. Pode jogar em uma, duas ou até três posições, a gente sabia que a volta dele ia fortalecer o nosso lado de campo ali, até porque tanto o Lucas quanto o Léo Pelé são jogadores que atacam bastante. Pelo menos aquele lado ali a gente sabia que o Everton ia cumprir. E ainda teve a felicidade de fazer o nosso gol. É importante demais. Vamos recuperar ele bem, eu tava até em dúvida se ele ia aguentar os 90 minutos. Mas conseguiu suportar, e agora a preocupação é recuperá-lo pro jogo de quarta-feira. 

Fonte: http://sportv.globo.com/site/programas/redacao-sportv/noticia/2017/05/para-apolinho-multifuncional-everton-e-essencial-time-do-fla-contamina.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.