| Futebol

Para Pecos, coletividade e distribuição do time trazem as vitórias no NBB

Armador saiu cestinha da partida contra o Vasco e quer manter ótima fase na competição

flameng - Para Pecos, coletividade e distribuição do time trazem as vitórias no NBB

Foto: Staff Images / Flamengo

Arthur Pecos vive ótima fase no Flamengo. O NBB 10 chegou à sua metade e os números do camisa 23 do FlaBasquete já se aproximam da sua melhor temporada (16/17), mas podendo - e devendo - crescer ainda mais. No últmimo jogo contra o Vasco da Gama, a sua atuação foi essencial para a vitória de 89 x 75 sobre o arquirrival. Pecos marcou 15 pontos, cestinha ao lado de MJ Rhett, além de dar cinco assistência, passando das 500 em toda a carreira. Números importantes, mas o próprio armador fez questão de ressaltar, após o jogo, a coletividade da equipe na oitava vitória seguida do Flamengo na competição.

"Essa vitória e a pontuação dos jogadores mostra a coletividade que temos e o trabalho que estamos fazendo. Nosso time é muito bem distribuido e isso tem feito com que conquistemos as vitória. Contra o Vasco é muito importante, pois é um jogo que todo mundo quer participar. Agora é seguir trabalhando para os próximos desafios", disse Pecos, ressaltando a distribuição dos pontos da equipe. Além dele e de Rhett, Marquinhos, Cubillan e JP Batista também passaram da linha dos 10 pontos no jogo. Só no terceiro quarto, sete jogadores diferentes foram à cesta vascaína com sucesso.

E depois de oito vitórias, o Flamengo vai embalando na competição. Seu próximo desafio será contra o Campo Mourão, quinta-feira, na Arena Carioca 1, às 20h30. Líder, o Rubro-Negro vai se enchendo de moral e confiança para as partidas a seguir. Evitando qualquer "oba-oba", Pecos sabe que tem muito trabalho ainda, mas não omite que a vontade de vencer vem aumentando a cada novo triunfo, o que torna mais difícil bater o Flamengo. 

"A única coisa que podemos usar para os próximos jogos é essa moral (que conquistamos a cada vitória). Mas isso é consequência do que estamos fazendo. E conseguimos usar essa moral para o jogo seguinte. O que a gente fez nun jogo não da para levar para o outro. Só a moral. Essa moral é uma coisa que temos conseguido levar para conquistar as vitórias".

E este sábado foi atípico. Acostumado a ser o dono da Arena Carioca 1, o Flamengo vi a arquibancada preenchida por outras cores. Para o camisa 23, apesar de não ver as cores do Flamengo na torcida, a equipe sabia que a Nação estava ao lado e mesmo à distância soube empurrar o time. 

"Aqui é nossa casa. É ruim não ter nossa torcida, que com certeza é o nosso diferencial fora da quadra. Mas estamos aqui na nossa casa, não sentimos muito. A Nação estava acompanhando pela TV. Agora vamos curtir esse momento de vitória e seguir trabalhando, porque na próxima semana já temos dois desafios aqui na nossa casa", finalizou o jogador.

As equipes de basquete do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – thinkseg, Estácio, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. O Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, de transferência fiscal de pessoa física, beneficia todas as modalidades olímpicas do Mais Querido.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/26725/para-pecos-coletividade-e-distribuicao-do-time-trazem-as-vitorias-no-nbb-

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.