Partida conjunta perfeita e o Flamengo abre vantagem contra Minas nos playoffs

Partida conjunta perfeita e o Flamengo abre vantagem contra Minas nos playoffs
A primeira missão foi cumprida com louvor. O FlaBasquete queria trazer a vantagem para o Rio e foi de uma eficiência ímpar para realizar a tarefa. Em tarde inspirada de Marquinhos, JP Batista, Olivinha e Marcelinho, o Flamengo atropelou o Minas Tênis Clube por 84 a 70, na Arena Minas Tênis, neste domingo, e abriu um a zero na série de playoffs do NBB. A próxima partida será na terça-feira, na Arena Carioca 1, às 20h30. 

Foi uma atuação conjunta muito boa, símbolo de uma equipe equilibrada. Marquinhos, caminhando forte para ser o MVP da temporada, foi o cestinha com 16 pontos e foi humilde nos demais quesitos. O mesmo não se pode dizer de JP Batista, que marcou 14 pontos e pegou 05 rebotes; Olivinha (12 pontos e 04 rebotes) e Marcelinho, com 15 pontos e 04 rebotes. 

O Flamengo começou o jogo com a cabeça voltada para abrir a vantagem na série e não deixar o Minas respirar. Logo no início abriu 7x0, gordura essencial para a manutenção da vantagem no quarto. Com um aproveitamento muito bom, principalmente de Marquinhos, que marcou 10 pontos, e Olivinha, sete, o Mais Querido terminou a etapa na frente em 25x19, bem superior aos rivais. 

Os donos da casa apertaram o jogo no início do segundo quarto. A diferença foi diminuindo e os mineiros encostaram. JP Batista comandou o garrafão e graças ao pivô, o Flamengo se manteve com vantagem. JP fez 12 pontos só no quarto, mas foi nos rebotes que sua eficiência realmente ficou nítida, com cinco, terminando com pontuação a jogada. Mas foi no final que a equipe se soltou. Nos últimos dois minutos, o Minas não pontuou e na jogada derradeira, Marcelinho acertou de três e fechou a etapa em 45x34. 

Manter a pegada era essencial para sair com o resultado positivo. E aí foi a hora que Marcelinho apareceu. Decisivo como sempre nas principais partidas, o Capitão botou GPS na mão e teve aproveitamento de 100% nas bolas de três, acertando 3/3. Marquinhos não deixou por menos etambém arriscou. O resultado? Lá dentro. Com 27 pontos contra apenas 17 dos rivais, foi a etapa mais tranquila e o Flamengo terminou com enorme vantagem de 72x51, muito confortável. 

O último quarto foi apenas a consagração. O Minas sentiu o cansaço da série de cinco jogos contra o Vitória, especialmente a última partida, e o Flamengo soube controlar até fechar o primeiro capítulo em vantagem e agora pode fechar a série diante de sua torcida, no Rio de Janeiro. 

As equipes de basquete do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – thinkseg, Estácio, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. O Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, de transferência fiscal de pessoa física, beneficia todas as modalidades olímpicas do Mais Querido.