| Futebol

Paulo Victor em três meses: conversas, falha no retorno e apenas sondagens

Diretor executivo do Flamengo nega propostas por ex-titular, e empresário Reinaldo Pitta afirma: "Estranho seria se não ficasse puto e estivesse dando gargalhada"

flameng - Paulo Victor em três meses: conversas, falha no retorno e apenas sondagens

Titular do Flamengo entre julho de 2014 a maio deste ano, Paulo Victor perdeu espaço no clube. Antes herdeiro da música "é o melhor goleiro do Brasil" e exaltado por grandes atuações, o camisa 48 hoje é contestado pela torcida. Se já sofria críticas em redes sociais, estas aumentaram após falhar na derrota por 4 a 2 para o Figueirense, na última quarta-feira. E a situação o incomoda, tanto que teve longos papos com o diretor executivo Rodrigo Caetano aos olhos da imprensa nas últimas duas semanas. 

Está chegando ao fim o ciclo de PV na Gávea? Seu empresário, Reinaldo Pitta, diz que não sabe responder, mas vê como muito difícil uma transferência ainda em 2016. Por isso, aconselha seu cliente a ter paciência para reconquistar terreno.

- Paulo é um goleiro que eu considero classe A. Perdeu a posição, e não vou discutir se é mérito ou qualquer outro tipo de critério. Logicamente fica chateado, mas ficaríamos preocupados se ele não ficasse puto, se ficasse dando gargalhada. O Paulo tem que ter calma para retomar a posição, faz parte. É um garoto com salário muito bom e, se surgir proposta, vou levar para o Rodrigo Caetano. Nesse ano eu acho muito difícil que aconteça algo, porque no dia 16 fecham até as transferências internas. Tenho conversado, e ele não está rindo nem está feliz. O Rodrigo Caetano com certeza gosta muito dele. Se não surgir nada, vai continuar. Paulo Victor já passou por situações piores no Flamengo - afirmou Pitta.

O último papo de PV com Caetano frente aos jornalistas aconteceu na última quinta-feira. O GloboEsporte.com questionou o dirigente se o encontro tratava de uma possível saída do goleiro, cuja trajetória de vermelho e preto é pontuada por 171 jogos em 10 temporadas como profissional.

- Falo com todos os jogadores individualmente. Volto a afirmar que nunca tivemos propostas ou consultas sobre ele. Pelo menos até agora - afirmou o dirigente.

Nos últimos três meses, período em que teve uma lesão na região lombar e perdeu a titularidade, Paulo Victor jogou somente na última quarta-feira, quando foi muito mal na derrota por 4 a 2 para o Figueirense. Por ter disputado apenas três jogos neste Brasileirão, o goleiro ainda pode se transferir para outro clube da Série A.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2016/08/paulo-victor-em-tres-meses-conversas-falha-no-retorno-e-apenas-sondagens.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.