• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Pedro e Gabigol jamais iniciaram como dupla titular no Brasileirão

Com os altos investimentos, o Flamengo possui dois dos principais atacantes do futebol brasileiro: Gabriel Barbosa e Pedro. Desta forma, há a dúvida que paira entre os torcedores, impressa e internamente no clube: os jogadores podem atuar juntos? A escalação da dupla é vista com bons olhos pela maioria, no entanto, Gabigol e Pedro nunca iniciaram juntos uma partida pelo Campeonato Brasileiro.

A dupla é formada pelos dois maiores artilheiros do Flamengo na temporada: Pedro, 21 gols, e Gabriel, 20. Apesar disso, uma formação com os jogadores em campo está longe de ser a mais utilizada.  Juntos, Gabigol e o camisa 21 atuaram como titulares somente em quatro oportunidades: Boavista e Fluminense, pelo Carioca, Independiente del Valle, pela Recopa e pela Libertadores.

Sendo assim, Gabigol e Pedro nunca iniciaram um jogo pelo Campeonato Brasileiro. Na competição nacional, as duplas mais utilizadas entraram em campo 10 vezes cada uma: Bruno Henrique/Pedro e Bruno Henrique/Gabigol. Vale destacar que o aproveitamento do camisa 27 ao lado do camisa 21 é o mais alto no ataque rubro-negro: 63%.

Na entrevista coletiva após a derrota por 2 a 0 para o Ceará, Rogério Ceni foi questionado sobre a escalação de Gabriel e Pedro como titulares. De acordo com o técnico, ainda não há treinamento o suficiente.

– O Pedro foi contratado por um valor expressivo, tem qualidades para ser titular do Flamengo, o que não diminui em nada a importância do Gabriel. Ainda não treinamos ainda o suficiente para jogar com os dois desde o início, para jogar 60, 70 minutos, acho que seria um risco.

Em enquete realizada no Coluna do Fla, cerca de 93% dos torcedores do Flamengo apoiam a escalação da dupla para iniciar o jogo. Com Gabigol e Pedro à disposição contra o Goiás, Rogério Ceni pode utilizar a formação com os dois atacantes pela primeira vez nesta segunda-feira (18), às 20h (horário de Brasília), na Serrinha, pela 30ª rodada do Brasileirão.

Publicado em colunadofla.com.