Pesquisa destaca goleiro Daniel entre minoria de atletas brasileiros com ensino superior

Pesquisa destaca goleiro Daniel entre minoria de atletas brasileiros com ensino superior

Daniel veio das categorias de base do Fla

Um levantamento do portal de notícias Globoesporte.com, divulgado nesta terça-feira (7), mostrou que pouco mais de 2% dos jogadores da primeira divisão do Campeonato Brasileiro se formaram, estão cursando ou chegaram a estudar em instituições de ensino superior. Um dos integrantes do seleto grupo é o goleiro rubro-negro Daniel, de 21 anos, que está prestes a se formar em Administração na PUC-Rio.

Segundo a pesquisa, a área escolhida por Daniel e sua posição em campo são as mais comuns entre os que chegaram ao ensino superior. Os cursos preferidos dos jogadores são os de Educação Física, Administração e Direito e os goleiros são maioria: dos 14 jogadores da Série A, seis defendem a meta de seus times.

Trajetória no Flamengo
Daniel iniciou sua carreira pelo futsal, tendo jogado por Casa de España e Flamengo. Curiosamente, foi também atleta do remo, tendo disputado regatas em 2010. Em 2014, integrou o elenco rubro-negro na tradicional Copa São Paulo de Juniores. No mesmo ano, no segundo semestre, passou a figurar no banco de reservas do elenco profissional com o técnico Vanderlei Luxemburgo. O atleta se revezava com João Paulo Kuspiosz como terceiro goleiro.

A estreia entre os profissionais foi na última partida do Flamengo em 2014, contra o Grêmio, válida pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em 2015, Daniel foi titular na Copinha e hoje compõe o elenco profissional.