Pezão assina termo e regulariza terreno para arena multiuso do Flamengo

Pezão assina termo e regulariza terreno para arena multiuso do Flamengo

RIO — O governador Luiz Fernando Pezão (MDB) assinou, nesta quinta-feira, o termo de regularização da cessão de uma área para a construção da arena esportiva multiuso do Flamengo. A área na sede do clube, na Gávea, na Zona do Sul do Rio, ainda vai abrigar outras estruturas como academias e áreas de entretenimento.

— O Flamengo vinha, há muitos anos, solicitando autorização ao governo do Estado para construção, no terreno da sede, de uma arena mais moderna e de outros equipamentos. Fico feliz de poder atender esse pleito antigo do clube, que tem sido um parceiro do Estado nos projetos sociais, através de atividades esportivas para crianças e jovens do entorno. Tenho certeza que virão outras parcerias — afirmou o governador Luiz Fernando Pezão em nota.

Com a assinatura, o Flamengo irá submeter os contratos relacionados ao empreendimento aos conselhos do clube. Como a projeção de execução da obra é de um ano e meio, a diretoria espera concluir a arena em 2020.

De acordo com o governo do Estado, a ação faz parte das medidas de regularização das cessões de terrenos do estado naquela área da cidade, não só do Flamengo como de outros clubes da região.

"São áreas cedidas aos clubes, há mais de 80 anos, e que agora começam a ser regularizadas para possibilitar a construção de complexos esportivos, levando-se em consideração a população que mora no entorno e também a solução para as cidades", afirmou em nota.

— É importante aproveitar bem esse espaço, com atividades esportivas-sociais, ou seja, trazer as comunidades para a prática nesses clubes, como contrapartida para o estado dessas renovações e ampliações das instalações. E isso fortalece não só o futebol, como o esporte em geral. Vai repercutir no estado inteiro, porque, de certa forma, estudantes do interior poderão participar de práticas esportivas, além de conhecer de perto seus clubes de coração — ressaltou o ex-secretário da Casa Civil, Christino Áureo, responsável pela implantação dos procedimentos de regularização.

Segundo o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, o terreno da sede do Flamengo, na Gávea, foi obtido nos anos 30, através de uma cessão do então Distrito Federal, para fins esportivos, e hoje o clube desenvolve, na área ocupada, diversas atividades junto à comunidade do entorno.

— Através desse ato, poderemos construir arena de basquete e outros equipamentos, que permitirão dinamizar ainda mais as atividades e incrementar as opções de lazer para a região. Serão realizadas várias ações de contrapartidas sociais, ou seja, esta é uma parceria que vai trazer benefício para toda a população e para a torcida do Flamengo. É um velho sonho que conseguimos viabilizar, graças à visão do governador — declarou Bandeira de Mello.

Presentes ao ato da assinatura, o governador Luiz Fernando Pezão, o secretário de Estado da Casa Civil, Sergio Pimentel, o Procurador do Estado do Rio de Janeiro, Claudio Pieruccetti, e o ex-secretário da Casa Civil, Christino Áureo. Pelo Flamengo, participaram o presidente, Eduardo Bandeira de Mello, o vice-presidente de Patrimônio, Alexandre Wrobel, o diretor-geral, Fred Luz, e o diretor jurídico, Bernardo Accioly.