| Futebol

Piada, Gabigol e ex-presidente isolada marcam bastidores da festa no Ninho

Patricia Amorim é citada apenas por Wrobel na inauguração do CT. Bandeira conta sonho de atacante da Inter e brinca com tropeço de Dunshee: &quot;Time grande não cai&quot;<br>

flameng - Piada, Gabigol e ex-presidente isolada marcam bastidores da festa no Ninho

A festança promovida pelo Flamengo no Ninho do Urubu teve convidados ilustres, com homenagens a todo o time campeão do mundo em 1981 - na data comemorativa dos 35 anos da conquista em Tóquio contra o Liverpool. Com momentos curiosos e de bom humor do presidente Bandeira e dos atuais dirigentes, a cerimônia teve bastidor movimentado no Ninho. Reconhecida pelo vice-presidente Alexandre Wrobel como uma das entusiastas da retomada das obras no CT de Vargem Grande, Patricia Amorim esteve longe dos atuais dirigentes do clube na maior parte do tempo e foi saudada apenas por Wrobel no discurso de inauguração. 

- Quando cheguei em 2010 a presidente Patrícia Amorim me deu essa missão - disse Wrobel, no início da sua fala, acompanhada de longe por Patricia.

Sonho de três décadas: Fla inaugura módulo profissional do Ninho

A ex-presidente - que retomou investimentos e, de acordo com balanços do clube, investiu cerca de R$ 3 milhões em seu mandato no terreno - ocupou mesa longe também de seu ex-vice-presidente Cacau Cotta, que foi candidato derrotado na última eleição, e pouco teve contato com os atuais dirigentes. O Flamengo enviou convite a Vanderlei Luxemburgo, mas o treinador não poderia comparecer à festa.

Antigos aliados, Wallim Vasconcelos, que perdeu para Bandeira na última eleição e Bap não foram ao Ninho. No Twitter, Wallim disse que "soube que foi vetado" da festa. O clube informa que "não houve orientação para que membros da chapa Verde não serem convidados. BAP e Wallin realmente não foram, mas o Rodrigo Tostes foi, por exemplo. A composição da lista de convidados para a inauguração de ontem não foi tarefa fácil. O Fla tem mais de 2000 conselheiros e muitos infelizmente não puderam ser convidados. Serão chamados a conhecer o Ninho em outras oportunidades."

No discurso no palco, Bandeira não citou Patricia, mas agradeceu a todas "as gestões anteriores que participaram'' do sonho rubro-negro. Bem-humorado, o presidente ainda perdeu o início da festa por motivo nobre: estava assistindo à goleada do time sub-20 sobre a Ponte Preta: 3 a 0 para o time rubro-negro, que se classificou para as semifinais. 

- Vencemos por 3 a 0, jogando muito bem. Ainda metemos duas bolas na trave e tivemos um gol anulado - contou o presidente. 

No palco, a apresentadora e atriz Christine Fernandes foi quem comandou a festa. Mas por alguns momentos foi Bandeira quem roubou a cena. Quando Antonio Augusto Dunshee de Abranches, presidente do Flamengo na conquista do título mundial, foi chamado para subir ao palco, o atual mandatário socorreu o senhor de 80 anos e brincou:

- Cuidado. Time grande não cai.

O vice-presidente de futebol Flavio Godinho fez referência a Muricy quando teve o microfone em mãos. Lembrou a passagem do treinador pelas Laranjeiras e a folclórica reclamação do ex-treinador, hoje comentarista do SporTV, de que avistou um rato no vestiário do Tricolor. Godinho disse que fez questão de mostrar ao treinador a realidade do CT no fim do ano passado, sabendo das exigências.


Mais soltos do que de costume nas entrevistas do dia a dia, os dirigentes, descontraídos, atendiam a torcedores a todo momento. Um deles pediu para o presidente contratar Gabigol, que está na reserva da Inter de Milão. Foi a senha para um jornalista, na improvisada coletiva com Bandeira, perguntar sobre o ex-jogador do Santos. E Bandeira, que afirmou mais de uma vez não haver negociação alguma pelo jogador, confidenciou aos jornalistas que quando chefiou a delegação da seleção brasileira na Copa América Centenário, Gabigol lhe contou que tinha sonho.

- O Gabigol é um jogador excepcional, mas a gente sabe que é um sonho que dificilmente seria concretizado no momento. Posso dizer que quando estive na Copa América acompanhado a Seleção, ele me disse que tinha o sonho de vestir a camisa do Flamengo. Mas ele tem 19, 20 anos de idade, tem tempo ainda para realizar o sonho dele e o nosso - encerrou o assunto o presidente (assista ao vídeo abaixo).


Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2016/12/piada-gabigol-e-ex-presidente-isolada-marcam-bastidores-da-festa-no-ninho.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.