| Futebol

PONTOS CORRIDOS OU MATA-MATA?

Qual o melhor campeonato?

 

Essa semana a CBF divulgou a tabela da Série A e o Flamengo vai fazer sua estreia contra o São Paulo fora de casa, coincidentemente o Corinthians vai fazer sua estreia contra um time que perdeu o mando de campo mais uma vez. Mas vamos deixar esse assunto de tabela pra maio, por enquanto vamos vendo a pré-temporada valendo taça que é o Carioca.

Alguns assuntos relacionados ao Brasileiro de 2015 começam a chamar a atenção. O primeiro assunto diz respeito ao formato do campeonato, alguns clubes discutem a volta do chamado mata-mata ou playoffs como preferem outros.

Temos desde 2003 um formato com turno e returno onde o melhor time é o campeão ao fazer o maior número de pontos. Hoje temos 20 clubes jogando 38 rodadas, quatro vagas na Libertadores e quatro rebaixados, simples e perfeito. O mundo todo joga desta forma. Uma das desculpas é o número de audiência, mas hoje foi divulgada que a audiência do último torneio com mata-mata e o campeonato do ano passado, o de 2014 teve mais audiência.

A ideia dessa volta partiu do presidente do Grêmio, um clube que não ganha nada faz tempo e que este ano é forte candidato ao rebaixamento e começa a ter apoio de outros clubes. O Flamengo ainda não tem uma opinião formada.

Eu penso o seguinte, o futebol brasileiro precisa se reformular, e não é voltando com mata-mata que iremos mudar o futebol, já temos o mata-mata na Copa do Brasil. Os clubes ao invés de ser organizarem, se estruturarem, se preparar para um campeonato de 38 rodadas, e com isso se fortalecer, preferem enfraquecer a disputa. É o retrato do Brasil, se não posso crescer melhor eu derrubar quem cresceu.

Outra discussão diz respeito ao chamado fair-play financeiro dos clubes, onde o clube que tiver dívida trabalhista perderia pontos no campeonato, porém pra isso o jogador deveria denunciar o clube para que o clube possa ser punido, pois bem , essa é a proposta da CBF, que força o jogador se expor e consequentemente ficar “mal visto” no mercado.

A proposta que vem do movimento Bom Senso e que provavelmente estará na MP vinda do Planalto é que os clubes prestem contas periodicamente de pagamentos de salários e direitos de imagem, além da apresentação das CNDs.

O que a CBF faz é colocar uma responsabilidade em cima do jogador com essa proposta, onde ele tem que denunciar o seu clube, o clube perde os pontos e imagina o tratamento da torcida com esse jogador. Mas não é essa a intenção da CBF, por se tratar de uma Medida Provisória ela tem um período para ser convertida em Lei, com isso a CBF ganha um tempo, comprova a exigência do fair-play financeiro e livraria os clubes caloteiros das punições.

Ainda teremos muita coisa para falar desse campeonato.

Raça, Amor e Paixão – os jogos inesquecíveis do Flamengo

Esse é um projeto escrito pelo jornalista e comentarista do Esporte Interativo Vitor Sérgio Rodrigues e pelo também jornalista Gustavo Roman, autor do livro Copa União 1987, dentre outros.

O livro já está pronto e precisa de um financiamento, financiamento feito pelo Catarse e todos podem contribuir a partir de R$ 10,00 (dez reais). Funciona da seguinte forma, é preciso angariar 15 mil reais em um período de 45 dias. É o relato de 30 dos maiores jogos do Flamengo com relatos de Apolinho, Alexandre Tavares, Nalbert e Zico.

Quem colaborar com R$ 50,00 (cinquenta reais) irá receber um exemplar em casa com frete gratuito para qualquer lugar do Brasil.

Quem quiser conhecer mais sobre o projeto basta acessar https://www.catarse.me/pt/flamengo e colaborar, caso não atinjam o valor do projeto o dinheiro será devolvido para os colaboradores. Vamos apoiar e divulgar.

 

SRN!!


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.