O Flamengo esteve perto de assumir a liderança do Brasileirão na última quarta-feira, quando vencia o Palmeiras fora de casa com um jogador a menos. O empate já no fim do jogo foi lamentado pelos rubro-negros, mas o resultado em si foi visto como positivo. Após a "final antecipada", o time carioca tem motivos para acreditar que dessa vez pode chegar à primeira colocação.

A começar pelo adversário. O Figueirense está na zona de rebaixamento e, embora já tenha vencido o Fla duas vezes neste ano, jogará desfalcado de seus dois principais jogadores. O meia Carlos Alberto foi desligado do clube e o centroavante Rafael Moura está lesionado e só voltará aos gramados daqui a quatro semanas.

O Fla jogará já sabendo do resultado do jogo do Palmeiras. O Alviverde joga no sábado contra o Corinthians, em Itaquera, com 100% da torcida contra. Além disso, o zagueiro Vitor Hugo e o atacante Gabriel Jesus estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo e não estarão em campo no Dérbi.

O volante Willian Arão pediu concentração para que a equipe concretize as circunstâncias favoráveis. O time jogará diante de um Pacaembu lotado, com pelo menos 30 mil torcedores presentes.

"A gente já vai entrar em campo sabendo o resultado deles. Mas independentemente do resultado deles, temos que ganhar nossa partida. A gente tem que pensar no nosso trabalho, se concentrar, porque será uma partida muito difícil", disse o jogador, em entrevista ao site ​UOL Esporte.

​​