Por que o Flamengo ’morre’ no fim dos jogos?

Por que o Flamengo ’morre’ no fim dos jogos?

O que era fácil acabou ficando complicado.

O Flamengo tinha o jogo contra o América-MG nas mãos e novamente, assim como aconteceu diante do Botafogo, quase se complicou no fim da partida.

Fez 2 a 0 com autoridade e jogava bem o segundo tempo quando parou após abrir vantagem. Sofreu o gol e caiu assustadoramente de produção fisicamente. O pior e mais preocupante é que não é a primeira vez que isso acontece no campeonato.

Existe sim algo de errado. Não pode ser normal.

A sensação é que se o jogo tivesse mais 10 minutos o time não conseguiria segurar o resultado.

Assim como não é normal ver Pará ser o melhor em campo. Aliás com inteira justiça. O lateral talvez tenha feito seu melhor jogo desde que foi contratado em janeiro de 2015.

Se Pará foi o melhor Fernandinho foi disparado o pior em campo. Zé Ricardo até tentou dar moral para o jogador mas Fernandinho não ajuda. Não pode ser nunca titular desse time e até no banco sua presença é questionável.

O lateral Chiquinho não fica muito atrás. Foi muito mal.

O que não deu para entender foi a entrada (desnecessária) de Gabriel na partida. Algo encomendado, só pode ser. O jogador está sem espaço no Flamengo e alguns clubes tinham interesse em contratar o meia. Agora não mais. Gabriel fez sua sétima participação e não pode mais ser negociado para a Série A.

O que conta para o torcedor são os 3 pontos e a aproximação do G4. Mesmo que conquistados no sufoco e diante do pior time do campeonato.