Responsável por assumir o trabalho iniciado por Carpegiani, Barbieri encontra enormes dificuldades em construir e implementar a sua filosofia de jogo. Sem padrão tático e apresentando um futebol burocrático, as críticas vindas das arquibancadas, antes direcionadas à Bandeira de Mello e aos 'medalhões' do time, já começam a refletir no interino.

Como destaca o ​UOL Esportes, a cúpula rubro-negra segue confiante no jovem comandante. Todavia, apesar de respaldado, um resultado negativo neste domingo (29), contra o Ceará, pode ser o último capítulo da trajetória de Maurício Barbieri no comando do Flamengo. 

​​