Quando o jogador estava já à beira do gramado, recebeu todo o apoio vindo das arquibancadas. E o fato chamou a atenção, positivamente, de um dos líderes e artilheiros da equipe: Paolo GuerreroO centroavante elogiou os rubro-negros por prestarem solidariedade ao companheiro. "Essa atitude me deixa muito feliz. Foi grandioso, incrível", disse o peruano.

A relação de Cirino com os flamenguistas não é das melhores. O atleta nunca confirmou em campo a expectativa que se tinha sobre o seu futebol e, além disso, tentou junto aos dirigentes, sem sucesso, uma transferência para o Inter no início da temporada. A saída esbarrou no Atlético-PR, clube de origem do atacante.