| Futebol

Pra Cima Deles Mengo!

Coluna de Gustavo Brasília

flameng - Pra Cima Deles Mengo!

Salve, Buteco! Flamengo jogando na segunda-feira. É esquisito, eu reconheço. Inclusive pra mim, acostumado a escrever abordando o resultado do final de semana, na maioria das vezes do jogo de domingo. Pois hoje, pela primeira vez na do Buteco do Flamengo, eu escreverei em uma segunda-feira antes do jogo. Há quem critique a marcação de partidas na segunda-feira, mas creio que exista ao menos uma vantagem na partida de hoje que o Flamengo pode explorar: o Mais Querido entrará em campo sabendo exatamente o que fazer. Como disse a minha querida amiga Leilinha (@LeiladoFla) ontem no Twitter, a missão é conquistar os três pontos, mas o ideal (espero que não apenas um sonho) é golear, tirar a vantagem do Atlético/PR e alcançar o 5º lugar, encostando no G4. Será que o time já evoluiu para tanto? Bem, até que nas duas últimas rodadas marcou um bom número de gols. O problema (de origem tática), no confronto contra o Botafogo, desaguou na defesa, e não se pode dizer que o Atlético/MG não tenha ameaçado.

Não se trata de menosprezar o América/MG, mas de se autoafirmar como força estável no Campeonato Brasileiro/2016. Adversários como o Grêmio e o Santos, por exemplo, não têm vacilado e por isso hoje ocupam as posições que, ao final do campeonato, indicarão a maior parte do seleto rol de participantes do Brasil na Copa Libertadores da América/2017. Com o elenco que o Flamengo tem atualmente, comparado ao restante dos concorrentes, acredito que a vaga no G4 corresponde ao patamar mínimo de ambição da torcida.

Com os pés no chão, creio ser importante aguardar o final de algumas janelas internacionais de transferência para termos exata noção de como ficarão os elencos. Clubes como o Palmeiras e o Santos, por exemplo, podem sofrer sérios desfalques de seus respectivos "Gabrieis" (de Jesus e Gabigol). Pena que o nosso Gabriel não renda expectativa relevante, quer para transferência, quer para desempenho.

***

O elenco do Flamengo talvez seja o mais homogêneo dos últimos anos, mas dos atletas que vêm jogando (excluindo a recente contratação, Diego), nenhum tem desequilibrado ou se destacado individualmente como os "Gabrieis" de Santos e Palmeiras. Isso não impede, por exemplo, que um time como o regular Grêmio, que, a exemplo do Flamengo, também não tem um destaque individual, frequentar o seleto G4. Poderia mencionar o Corinthians, mas justas polêmicas envolvendo arbitragem não estão à altura dos debates que costumam ocorrer neste nobre espaço. Acho que vocês entenderam...

Pois bem. Apesar de termos pontas limitados, inclusive no fundamento finalização, Zé Ricardo tem a sua disposição um dos melhores elencos da competição e o time ainda não atingiu a regularidade necessária para ao menos estar no G4. A bem da verdade, até aqui só conseguiu jogar com variações próximas ao 4-3-3 (4-3-2-1 ou raramente no 4-1-4-1), sempre com pontas abertos.

Não me cabe "cornetar" Zé Ricardo e exigir tal ou qual esquema tático, mas é fácil constatar que o time não tem maior variação no quesito e, em relação a temporadas precedentes, inobstante ter desempenho um pouco melhor, ainda não é regular, apesar de ter elenco mais forte e homogêneo. Tenho certeza de que ninguém reclamará se houver pouca variação tática mas o time for eficiente e disputar o título. Porém, é forçoso reconhecer que não se alcançou esse patamar, com ou sem variação tática.

Zé Ricardo não está há tanto tempo assim no cargo e por isso mesmo tenho dúvidas sobre até que ponto foi ele ou Muricy Ramalho que estruturou o esquema tático ao qual se apega, mas não apenas pelos resultados, como também por coerência defendo um mínimo de estabilidade para que não se volte à ciranda quadrimestral de treinadores que marcou as últimas décadas no Departamento de Futebol do Mais Querido. Da mesma forma, espero que ao final do ano seu trabalho seja analisado sem passionalidade, independentemente dos resultados ou conquistas, mas com olhos para o futuro. O precedente Mano/Jayme de Almeida, curiosamente seu auxiliar, ensina (ou deveria ensinar).

***

Hoje o time será mais uma vez posto a prova, após mais uma semana de treinos. A torcida capixaba certamente fará a sua parte.

Esperamos ver garra e estabilidade emocional em campo.

Pra cima deles, Mengo!

Fonte: http://www.butecodoflamengo.com/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.