• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

“Precisa evoluir muito para ser considerado bom”, diz colunista sobre trabalho de Ceni como treinador

O Flamengo conquistou o octacampeonato brasileiro com Rogério Ceni no comando da equipe. No entanto, o trabalho do treinador segue dando o que falar. Para o jornalista Renato Maurício Prado, em sua coluna no Uol Esporte, o técnico precisa evoluir muito apesar do título.

Em um trecho da coluna, Renato escreveu que o troféu do Campeonato Brasileiro “não pode, nem deve ocultar uma obviedade: o trabalho de Rogério Ceni, à frente do mais caro e talentoso elenco do futebol tupiniquim, ainda precisa evoluir muito para ser considerado bom e o ex-goleiro são paulino, um técnico de ponta”.

O comentarista ainda comparou Ceni com seus antecessores Jorge Jesus e Domènec Torrent: “Desde que chegou, o treinador parece à procura de um estilo: prometeu, inicialmente, reeditar a maneira de jogar de Jorge Jesus; depois, flertou com o jogo posicional de Dome e acumulou erros – e maus resultados. Mas teve, enfim, uma boa sacada: recuar William Arão para a zaga, escalando Diego como volante”, publicou antes de completar:

“Qualificou assim o passe na saída de bola e aumentou o talento no meio-campo, setor de armação da equipe. O desempenho da equipe melhorou, mas não o suficiente para reviver o encantamento e, principalmente, a objetividade e a regularidade do ano de 2019”.

Ao encerrar, Renato Maurício Prado afirmou que vê potencial no treinador, mas ressaltou alguns ‘problemas’ a serem superados: “Ceni tem potencial. Pode vir a ser um técnico de ponta. Mas ainda está longe disso. Por enquanto, seu time vence muito mais na base do talento individual do que do coletivo”. Entre as dicas do jornalista, estão: “ensinar seus comandados a fazer gols de falta e seus goleiros a armar decentemente uma barreira e sair jogando com os pés”.

Assim como o elenco principal, Rogério Ceni recebeu folga de 15 dias antes de começar a focar na temporada de 2021 com o Campeonato Carioca. O torneio, cabe ressaltar, começa para o Flamengo nesta terça-feira (02), quando a equipe encara o Nova Iguaçu, no Maracanã, a partir das 21h30 (horário de Brasília). Para o duelo, o Mais Querido contará com o técnico Maurício Souza, alguns atletas profissionais que foram pouco utilizados na temporada 2020, além dos jovens da categoria sub-20.

Publicado em colunadofla.com.