| Futebol

Premiação e tabu de 42 anos motivam Flamengo na despedida do Brasileiro

Sem vencer o Atlético-PR em Curitiba, pelo Brasileiro, desde 1974, Rubro-Negro tenta confirmar segundo lugar, que garante R$ 3,4 milhões a mais nos cofres do clube

flameng - Premiação e tabu de 42 anos motivam Flamengo na despedida do Brasileiro

Com o fim das chances de título, o Flamengo já conquistou o seu objetivo secundário: a vaga para a fase de grupos da Libertadores. Mas a equipe se recusa a encarar a última rodada do Campeonato Brasileiro como um amistoso. Contra o Atlético-PR, neste domingo, na Arena da Baixada, o time de Zé Ricardo tem uma importante meta a cumprir. A vitória confirma a segunda colocação na competição, o que representa uma premiação de R$ 3,4 milhões nos cofres do clube – e nas mãos dos jogadores – a mais do que a terceira posição.

Com 70 pontos na tabela, o Flamengo tem dois a mais do que o Santos, que pega o já rebaixado América-MG e leva vantagem no saldo de gols. Por isso, até mesmo o empate fora de casa é arriscado para o Rubro-Negro, que se ficar em segundo lugar abocanha R$ 10,7 milhões de prêmio da CBF. Se terminar em terceiro, leva R$ 7,3 milhões para a Gávea.

Mas nem só de dinheiro vai viver o Flamengo neste domingo. Será um dia de despedidas. A maior parte do elenco diz até logo e vai retomar os trabalhos no Ninho do Urubu em 11 janeiro de 2017. Outros dizem adeus ao Rubro-Negro, como é o caso de Alan Patrick. Escolhido por Zé Ricardo para ser o substituto de Diego, suspenso, o meia vai retornar ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, onde fica pelo menos até fevereiro do ano que vem.

+ Conselho aprova por aclamação, e camisa do Fla terá escudo da Chape

Prova da seriedade com a qual o Flamengo encara a partida deste domingo foi o treino realizado num campo de grama sintética na última sexta-feira. A ideia foi adquirir adaptação ao piso da Arena da Baixada, onde o Atlético-PR soma 15 vitórias, dois empates e apenas uma derrota em 18 partidas neste Campeonato Brasileiro.


Dessa forma, vencer o Atlético-PR será um grande feito para o Flamengo. Até porque o Rubro-Negro carioca não derrota o Furacão em Curitiba, pelo Campeonato Brasileiro, desde 1974. Desde então foram 19 confrontos pela competição, com 14 vitórias do Atlético e cinco empates. O Flamengo nunca venceu o Atlético-PR na Arena da Baixada pelo Brasileirão, em 14 jogos. Foram 11 derrotas e três empates.

Em compensação, o último jogo entre os dois times foi marcante para os cariocas. Um golaço de Mancuello decretou a vitória por 1 a 0, em Cariacica (ES) (assista ao vídeo).

Atlético-PR x Flamengo

Local: Arena da Baixada, em Curitiba

Data e horário: domingo, 17h (horário de Brasília)

Escalação provável: Alex Muralha, Pará, Réver, Juan e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão e Alan Patrick; Gabriel, Everton e Guerrero.

Desfalques: Rafael Vaz e Ederson (machucados); Diego (suspenso)

Pendurados: Alex Muralha, Léo Duarte, Mancuello, Alan Patrick, Everton, Ederson e Marcelo Cirino

Arbitragem: Elmo Alves Resende Cunha (GO), auxiliado por Bruno Raphael Pires (Fifa/GO) e Cristhian Passos Sorence (GO).

Transmissão: TV Globo para RJ, PR, MG, ES, BA, SE, PE, PB, RN, CE, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF (com Luis Roberto, Junior e Leonardo Gaciba), Premiere (com Jota Jr e Carlos Eduardo Lino) e Tempo Real do GloboEsporte.com.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2016/12/premiacao-e-tabu-de-42-anos-motivam-flamengo-na-despedida-do-brasileiro.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.