| Futebol

Premiação por metas atrasa, e Fla não tem previsão de pagamento

Jogadores atingiram pontuação acima do estipulado nos blocos de quatro jogos estabelecidos por Luxa, e acordo está pendente

Bandeira e Wrobel, coletiva Flamengo (Foto: Thales Soares)Direção rubro-negra tem novo problema para equacionar (Foto: Thales Soares)

Apesar de os salários estarem sendo mantidos em dia, nem tudo são flores no departamento financeiro do Flamengo. O clube tem uma dívida de premiação com os jogadores referente ao desempenho recente no Campeonato Brasileiro. Os jogos foram divididos em blocos de quatro, nos quais o time deveria conquistar 50% dos pontos, e essa meta foi até superada nos dois primeiros.

Nos dois primeiros blocos, o Flamengo conquistou nove pontos em cada estabelecendo um aproveitamento de 75%. Contra o Goiás, o time iniciou uma nova série de quatro jogos, que terá ainda Corinthians, Palmeiras e Fluminense. Será preciso conquistar duas vitórias para atingir a meta.

A situação deixou alguns jogadores insatisfeitos. No entanto, o caso não é mais grave pelo cumprimento dos pagamentos dos salários em carteira. Os seis jogadores com direitos de imagem (Felipe, Chicão, Cáceres, Mugni, Everton e Léo) seguem com cinco meses de atraso nessa forma de remuneração.

O Flamengo ainda não tem previsão de quitação dessas premiações nem dos direitos de imagem. A expectativa é de que na próxima semana consigam passar pelo menos um prazo ao grupo para conter qualquer possibilidade de uma manifestação mais drástica.

Recentemente, o vice-presidente de finanças, Rodrigo Tostes, esteve com os jogadores para explicar algumas situações e existe a possibilidade de repetir o encontro. Essa questão é tratada pelo departamento de futebol como objeto de trabalho do financeiro do clube.

Esse é mais um problema entre o departamento de futebol e a cúpula política do clube. Outro foi a questão do aumento do preço dos ingressos para o jogo com o Corinthians, que causou irritação no vice-presidente de futebol, Alexandre Wrobel, responsável por fazer uma promessa quando assumiu o cargo de que o valor promocional seria mantido.


Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.