Após passar por cirurgia, o atleta já está na ativa novamente, mas vem sendo questionado por alguns gols sofridos - o segundo do River Plate, no empate em 2 a 2 na estreia da Libertadores, chamou a atenção, bem como o que resultou na vitória do Macaé por 1 a 0, pelo ​Campeonato Carioca. Por isso, nada melhor do que a palavra do preparador de goleiros Rogério Maia para avaliar este momento. Ele que chegou ao clube no início de 2018 para um dos grandes desafios de sua carreira depois de passagens por Internacional, Coritiba, Chapecoense e seleção campeã olímpica.

Segundo o profissional, Diego Alves está 100% recuperado da lesão. “Como técnico da posição, gostaria muito de lembrar uma defesa que ele fez contra o Botafogo. Foi uma defesa de muita exigência. Contra o Macaé, ele também defende uma falta no fim do jogo, um chute potente no cantinho direito. É um goleiro que está totalmente recuperado. Ele fez uma boa pré-temporada. O Diego, inclusive, comenta que a pré-temporada que ele fez neste ano, não fez no ano passado. Teve que chegar jogando, enfrentar jogos sem ter trabalhado a parte física, principalmente em relação à força”, disse ele, ao ​Globoesporte.com.

Para Maia, no entanto, somente a sequência de jogos é que dará ao goleiro a plena forma. “Não é nem ritmo, mas sim a sequência de jogos, de enfrentar o adversário, reposição de bola...uma série de ações que o goleiro necessita em uma partida e que só vai adquirir com esse enfrentamento. É jogando que ele consegue adquirir essa confiança, que é muito importante para essa posição. Eu comentei que ele fez um grande jogo contra o Botafogo, mas contra o Emelec eu presenciei ele muito intenso no jogo, até pela necessidade”, completou. Claro, não há muito tempo a perder, mas o torcedor, então, precisa é confiar que o arqueiro que já defendeu pênalti de Messi está totalmente integrado ao momento do Flamengo.

​​