Presidente do Corinthians revela assédio do Fla e dispara: “Gestão de nada, a conta vai chegar”

Presidente do Corinthians revela assédio do Fla e dispara: “Gestão de nada, a conta vai chegar”

Nesta terça-feira (17), após a votação na CBF que definiu Rogério Caboclo como mandatário da entidade, o dirigente revelou assédio do Fla por Rodriguinho e Carille e disparou contra a gestão rubro-negra:

Cadê ele (Bandeira de Mello)? Deve estar lá sondando o Rodriguinho, querendo o Carille. Isso que ele fez. Ofereceu R$ 1 milhão por mês para levar o Carille. Não vai levar. Tentou tirar o Rodriguinho. Não vai tirar. Dou 50% de desconto na multa do Rodriguinho e garanto que ele não leva. Gestão de nada. Ele vai sair e a conta vai chegar pro Flamengo.

Eduardo Bandeira de Mello não participou da votação pois estava no Maracanã, onde a imensa torcida rubro-negra fez uma festa a fim de desejar boas energias pro confronto da quarta-feira (18), contra o Santa Fe, pela Libertadores. Ao fim, o presidente fez questão de responder ao representando do clube de Parque São Jorge:

— Já que estou aqui quero agradecer à nação rubro-negra pelo amor e carinho. Acho um disparate do Sanchez, não sei de onde ele tirou nem por Carille nem por Rodriguinho. Não fomos, primeiro, porque tinha compromisso aqui com meu time. Segundo, porque os clubes não tiveram participação nesta eleição, nada contra o Cabloco, mas o Flamengo não apoiou o modelo. Não sei de onde tá vindo esta raiva do Sanchez. Enfim, o Flamengo está representado pelo seu diretor jurídico.