| Futebol

Pressionado, Flamengo enfrenta o Coritiba sob clima de tensão

Clube tenta se garantir na Libertadores e evitar reformulação no departamento de futebol

flameng - Pressionado, Flamengo enfrenta o Coritiba sob clima de tensão

A continuidade do projeto de futebol do Flamengo para o ano que vem e, quem sabe, para os próximos três anos seguintes, depende do desempenho do time na reta final de Brasileiro e Sul-Americana. O foco no momento está na primeira competição, pela qual o time enfrenta nesta quinta-feira o Coritiba, 21h, no Couto Pereira, para seguir com chances de ir à Libertadores.

Mesmo que vá ao torneio em 2018, o clima é de tensão por mudanças, como mostraram os protestos de quarta-feira, dia do aniversário de 122 anos do clube, no Centro de Treinamento Ninho do Urubu. Um grupo gritou palavras de ordem e vandalizou carros de jogadores e dirigentes. A intenção da diretoria é diluir as cobranças com a vaga e o título internacional, e com isso evitar a reformulação total do futebol, que vai sofrer ajustes.

O vice de futebol Ricardo Lomba, escalado para liderar o processo, teve o carro quebrado por torcedores e desabafou:

— A torcida tem todo direito de protestar, de reclamar, de não estar satisfeita, de me cobrar. É legítimo isso. Mas o que aconteceu não foi nada disso. Os caras bicaram meu carro inteiro, quebraram minha lanterna. Queriam eventualmente me bater, não sei por qual razão. Mas não consigo entender. Estamos no Brasileiro, com chances reais em disputa, na semifinal da Sul-Americana, com chance de sermos campeões — afirmou o dirigente ao GLOBO, projetando a vitória sobre o Coritiba para acalmar os ânimos.

Estão em jogo não só a continuidade do trabalho implementado nos últimos anos, como também o emprego dos que lideram o processo. Fora de campo, o diretor Rodrigo Caetano volta a sofrer fortes cobranças pelo mau desempenho do elenco montado. Já o técnico Reinaldo Rueda é peça-chave para a reformulação desejada, mas outros profissionais estão sob risco. A barca de atletas será montada com possíveis nomes como Rafael Vaz, Gabriel, Alex Muralha, Rômulo e Márcio Araújo.

Rueda assumirá o protagonismo na remontagem do grupo, que atualmente é composto por jogadores trazidos pelos dirigentes com indicações do setor de inteligência do clube. O treinador tem apoio do vice de futebol Ricardo Lomba, que tenta se impor no futebol e tirar do presidente Bandeira de Mello e do diretor-geral Fred Luz a proteção excessiva contra ajustes.

O processo se dá em meio a discussões políticias para a eleição presidencial de 2018. Com o futebol em baixa, a atual administração perde força no pleito e vê a oposição reforçar o discurso de mudanças drásticas para atender a demandas da torcida. Sem nada a ver com o processo, os jogadores entram campo para dar a esperada resposta para seguirem no clube, e também pela paz política na Gávea.

FICHA DO JOGO:

Coritiba: Wilson; Léo, Werley, Cleber Reis e Thiago Carleto; Jonas, Alan Santos, Tiago Real e Yan Sasse; Rildo (Kleber) e Henrique Almeida.

Flamengo: Diego Alves, Rodinei, Rhodolfo, Juan, Renê; Márcio Araújo, Cuéllar, Diego; Everton Ribeiro, Felipe Vizeu, Everton.

Juiz: Raphael Claus (SP).

Local: Couto Pereira

Horário: 21h

Transmissão: Premiere e Rádio Globo/CBN.

Fonte: https://oglobo.globo.com/esportes/pressionado-flamengo-enfrenta-coritiba-sob-clima-de-tensao-22073122

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.